Posts Tagged ‘Marcelo Rebelo de Sousa

07
Abr
13

A guerra dos Titãs

jose socrates marcelo rebelo de sousa combate

A palhaçada continua com a luta dos comentadores. Hoje é o dia dos pesos pesados e à mesma hora vão estar o dito Engenheiro Sócrates e o Professor Marcelo, mas o mais certo é que sejam ambos derrotados porque o Benfica também joga a essa hora.
Podemos perguntar-nos porque começou este circo de comentadores. A resposta mais directa passa pela lutas das audiências, mas se fosse só isso seria triste mas inócuo. O pior é que isto é a forma que o sistema encontrou para uma vez mais tentar controlar a pensamento público, fazer entretenimento e criar opinião. Quando parece evidente que  aquilo que faz falta é informação correcta e independente, que seja dada a voz a alternativas que possam mostrar uma saída para o estado em que o país se encontra, cria-se mais ruído, mais espectáculo e mais condicionamento. Senão veja-se que alternativas nos apresentam. Fica este governo moribundo com Ministros contrariados e estamos lixados, o Sr. Silva nomeia um governo de Salvação Nacional que nem sequer foi sufragado em eleições que daqui a uns meses está pior que este ou convocam-se eleições que não vão trazer nenhuma solução. O PS ganha sem maioria absoluta e continua a confusão mesmo que consiga convencer o Portas a coligar-se, os partidos mais à esquerda ganham mais um ou outro deputado mas acabam por ficar uma vez mais a berrar sozinhos contra o governo . Na realidade a Troika e a Merkle continuam a governar e  criar pobreza todos os dias. É que a realidade é muito diferente daquilo que se vê e se ouve nas televisões. Quem realmente governa são os grandes grupos económicos e a banca, esse poder obscuro e oculto que vai impondo as suas leis. Continuamos escravizados a uma dívida que inventaram e através da qual nos dominam. Era necessário que toda a verdades fosse revelada pois só conhecendo-a se poderiam encontrar soluções. Continuamos a combater ilusões e a realidade a fazer a sua obra de enriquecer ainda mais alguns à custa da miséria de milhões.

24
Set
12

Gafanhotos, Formigas e Cigarras


«O ministro da Administração Interna (MAI), Miguel Macedo, disse que Portugal “não pode continuar um país de muitas cigarras e poucas formigas”. ao mesmo tempo que enaltecia o “esforço do povo” para ultrapassar a crise.»

Há realmente um povo de formigas que trabalha, outro que quer trabalhar e não o deixam, muitas cigarras a “cantar” em comentários nas televisões sobre a inevitabilidade de tudo ser como é, mas esqueceu-se o Ministro dos gafanhotos que roubam as pobres formiguinhas. Até quando é uma resposta que terá de ser dada pelas formigas.

20
Set
12

A última ceia em Belém

Depois de centenas de milhares terem ocupados ruas e praças um pouco por todo o Portugal chegou a hora de irmos até Belém para sermos milhares de Conselheiros de Estado que mesmo sem lugar na mesa do Presidente estaremos cá fora manifestando a nossa revolta e a nossa indignação exigindo a mudança. Sexta-feira, 21 de Setembro pelas 17 horas em frente ao Palácio de Belém. Ou o Presidente começa a cumprir com o seu juramento de defender e fazer cumprir a Constituição ou então abandone o cargo. Não necessitamos de um incapaz a habitar um palácio que devia ser ocupado por gente honrada, responsavel e cumpridora do seu juramento. Eu vou.

30
Ago
12

Troika nossa que estás em Lisboa

De acordo com Marcelo Rebelo de Sousa, esta quinta avaliação pode ser uma de duas situações (mais austeridade ou mais tempo) e falou de formas “imaginativas”. A imaginação humana, quer a portuguesa, quer a europeia é ilimitada”, sublinhou. “Se eu fosse ao Governo não pedia coisa nenhuma, dá sempre péssima impressão, estar a pedinchar é a pior coisa que se pode fazer para conseguir alguma coisa. Deixar à ‘troika’ que é constituída por gente inteligente, o perceber o que é preciso fazer se for preciso fazer”, disse.

Concordo quando diz que não devíamos pedir mais tempo ou mais dinheiro, devíamos simplesmente informar a troika das nossas decisões e da forma que estaríamos dispostos a pagar o empréstimo. Todos sabemos que, aproveitando as dificuldades que estamos a passar, muitas delas criadas,  incentivadas e impostas por eles, estamos a ser vítimas de um assalto colossal dos Mercados e dos Senhores do Mundo dispostos a sangrar o país até ao fim. Todos sabemos que esta gente se está nas tintas para os Portugueses, assim como para os Gregos, Espanhóis ou outro qualquer que consigam abocanhar pelo que a solução não é a resignação mas sim mostrar que não nos subjugamos à sua ditadura financeira. Somos um país e um povo soberano e não podemos aceitar que três Zé Ninguém aqui desembarquem e decidam o nosso futuro. Não aceitamos negociar com moços de recados e só nos sentaremos à mesa em igualdade de direitos e de soberania. Juntos, Portugueses, Gregos, Espanhóis, Italianos, e todos os que se desejarem juntar para combater e ditadura dos mercados encontraremos certamente melhores soluções que aquela que esta escumalha nos oferece. Quanto ao Professor martelo pode muito bem ir fazer crónicas para um qualquer televisão alemã ou participar nas Universidades da Juventude Merkleniana que nós agradecemos.

17
Jul
12

A solução Marcelista para o Dr. Relvas… Marques Mendes

Marcelo Rebelo de Sousa sugeriu, este domingo, os nomes de Marques Mendes  para ocupar o cargo de ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, considerando que neste momento o Governo tem «um buraco» neste lugar. «Não há ministro da Presidência no Governo e Passos Coelho precisa de um», disse Marcelo sublinhando que o primeiro-ministro deve «encontrar um a sério».
Para ocupar as funções que Miguel Relvas desempenha no Governo, Marcelo sugeriu Luís Marques Mendes, que foi ministro-adjunto de Cavaco Silva e ministro dos Assuntos Parlamentares de Barroso. Para Marcelo, Marques Mendes estará em vantagem por ter ocupado aqueles dois cargos governamentais, ter sido líder do PSD e «conhecer o que é a coordenação política».

Oh Marcelo, tu és um cómico. Então dizes que o governo necessita de encontrar um ministro da Presidência “a sério” e propões o Marques Mendes.  Já agora porque não o Santana Lopes ou até o Sócrates que foi da JSD.
O que é preciso mudar não é o Relvas é o governo todo.

09
Abr
12

Beliscões de baixa política

Quem tem paciência para aturar estes dois?

06
Abr
12

As crónicas do Professor Martelo

O Professor Martelo já devia ter vários recordes inscritos no Guiness, a começar na pessoa que mais fala de coisas que não entende nada, a que mais veneno insuflou na politica e da mais longa pré-campanha eleitoral para a Presidência da Republica. É sobretudo essa pré-campanha que parece balizar tudo o que diz e todas as suas opiniões. Recentemente quando atiçou o António Costa contra o Seguro na tentativa de que ele tentasse concorrer à liderança do PS mais não tentou fazer que afastar o mais que provável candidato do PS à presidência. Como politico sempre foi uma negação como provaram a sua liderança no PSD ou as eleições sempre perdidas seja para Primeiro Ministro ou Presidente de Câmara. Como comentador não passa de um cómico que, sempre sorridente e bem disposto, não pára de largar veneno. Uma personagem que acaba sempre por me fazer perder tempo a dedicar-lhe um post por ser irrelevante mas a quem não consigo resistir ao prazer de lhe fazer um boneco. Que se lixe, afinal se faço este blog é por ser o espaço onde faço o que me apetece e digo o que quero, mesmo que não diga nada de jeito.
31
Jan
12

Super Egg-man

Ouvir o Marcelo é sempre um momento, que evito, de opinião barata misturado com ferroadas de veneno politico que no dia seguinte são transformadas em notícia e em mais um caso politico. Isso vale o que vale, ou seja muito pouco mesmo quando diz que os “Cavaquistas” que atacam o Passos Coelho devem calar-se e “desamparar a loja”, (sem dizer se isso se aplica ao próprio Cavaco) para logo de seguida chamar a Miguel Relvas um erro de “casting” deste governo. Mas onde o gostei de ouvir foi a criticar mais uma medida da União Europeia que obriga os produtores a oferecerem melhores condições de alojamento às galinhas, o que lhes vai custar muito dinheiro (que não têm). Nesta altura a UE devia pensar mais nas condições de vida das pessoas que na das galinhas. Não podemos deixar de concordar com ele, embora também fosse bom saber se há realmente a vontade deste governo e desta Europa em se preocuparem com as pessoas porque até agora nunca o demonstraram.
Mas está errado que a UE se preocupe com as condições de vida dadas às galinhas? Não, como defensor dos direitos dos animais até acho muito bem. Ai a economia, os custos, a concorrência. E, é aí que está o mal, é quando, como também temos feito com os direitos dos trabalhadores, aceitamos baixar os padrões de qualidade, de decência, de condições de vida, para poder competir com outros que não os têm. Esta subserviência ao mercado global, esta aceitação de jogar um jogo já viciado à partida é que nos conduziu ao ponto em que nos encontramos, um ponto em que temos de escolher entre as condições de vida de pessoas e galinhas.
26
Set
11

Tarot presidencial

Marcelo Rebelo de Sousa afirma que António Barreto “é um possível candidato a Belém”, mas não fecha a porta a ser candidato a Belém nas próximas presidenciais: “Escolherei o momento e no momento escolhido decidirei se faz sentido ou não faz sentido”.

Ele nem necessita de dizer nada que há muito que lhe está estampado na cara que sonha em ser Presidente da Republica. Até agora, com as candidaturas do Cavaco isso tem-se mostrado impossível, mas ele sabe que o tempo não pára e ele já não vai para novo. Na entrevista dada ao jornal I debita uma série de nomes que vão desde o Guterres ao Durão Barroso passando pela Leonor Beleza até ao António Costa.
Não se percebe que  com as eleições presidenciais ainda a tantos anos de distancia  já se ponha a falar deste tema e a adivinhar futuros candidatos a não ser para criar ruído  e lançar desde já a futura candidatura mesmo que diga que ainda não decidiu. Curioso é que este politico que tantos gostam de ouvir nunca tenha ganho nenhuma eleição mesmo andando aos caixotes de lixo ou a mergulhar nas águas do Tejo. Um ser que gosta mais de lançar a confusão política do que a exercer e mais de falar do que fazer.

30
Ago
11

Descontentamento popular e oposição

O Professor Marcelo lá apareceu mais uma vez nas suas “conversas em família” e desta vez para se congratular com o regresso das oposições ao trabalho. Ele diz que faz falta uma oposição política para que as pessoas se sintam representadas na sua zanga contra o poder. Não porque a oposição vá derrubar ou modificar a linha do governo, esse está bem sustentado por uma maioria, mas para que as pessoas não procurem outras formas de mostrarem o seu desgrado, menos fora do sistema e do controlo. Confessou mesmo que prefere ver uma manifestação dos sindicatos com muitos milhares de pessoas a protestarem que uma mais pequena mas sem estar controlada por dentro. O protesto como forma de descarregar a ira contra a injustiça e criação de pobreza é aceitavel, se for para exigir uma verdadeira mudança já é mais perigoso. É por isso que a Manifestação de 15 de Outubro, (principalmente na sua vertente internacional), as Assembleias Populares que vão acontecendo por aí, as Acampadas, os Grupos de debate social são aquilo que os preocupa mais, pois é o próprio sistema que começam a colocar em causa.
09
Jul
11

A cegueira da hipocrisia

 

28
Dez
10

Serenos e inteligentes … como o Professor Marcelo?

Se no plano financeiro a situação é má, “no plano social vai ser ainda pior”, embora acredite que os portugueses não se vão revoltar como noutros países. “São serenos e inteligentes”. As famílias “vão ter de baixar o seu nível de comportamento em 10% a 25%”, sendo que “os mais ricos terão de baixar mais”. Isso acontecerá através da inflação, dos cortes nos apoios sociais, da subida de impostos e da maior contenção salarial.

Normalmente já evito ouvir as “lições” do Professor Martelo por já não ter paciência para as tendenciosas banalidades ditas como se fossem fruto de um ponderado e profundo pensamento. Claro que há sempre pérolas como considerar que ser-se “bovino” e não refilar quando se está a ser conduzido para o matadouro é ser-se sereno e inteligente ou que serão os mais ricos que terão de baixar mais o seu nível de vida. (Será que é irem por ficarem sem apoios sociais?)

20
Jul
10

Nada que umas palmadas não resolva

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que se o líder do PSD decidir provocar uma crise política com o chumbo no Orçamento de Estado para 2011 com objectivo de provocar eleições legislativas antecipadas “liquida a campanha de Cavaco Silva”.

Parece-me que o Professor vai proibir o puto de ler sondagens para não lhe virem más ideias à cabeça. Nada que umas vergastadas não corrija. Mas, de qualquer maneira, que porcaria de escolha que o professor nos oferece. Ou um Presidente chamado Cavaco Silva ou um Primeiro-ministro Pedro Passos Coelho. Venha o diabo e escolha.

04
Abr
10

Ressurreição do PSD? Muitos querem ver para crer

13
Mar
10

O “Ilustre do Baú da História” segundo Passos Coelho




Indignados Lisboa
Setembro 2020
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Blog Stats

  • 717.065 hits


%d bloggers like this: