Posts Tagged ‘maria cavaco silva

23
Jul
13

cavaco silva passos coelho paulo portas angela merkel maria cavaco silva borgias

19
Jul
13

Portugal ao fundo

cavaco silva maria cavaco silva titanic

A pedido de um amigo

21
Maio
13

Exposição de animais empalhados

croods

 EM EXIBIÇÃO

04
Mar
13

Um Esqueleto no armário

cavaco maria cavaco silva esqueleto armario

O Sr. Silva anda desaparecido e mesmo quando muitas centenas de milhares de pessoas saem à rua para dizer que não querem mais este governo, que já não os representa, ele não é visto nem ouvido. Alguns dizem que, como cobardolas que é está escondido num armário, outros que são os esqueletos que tem no armário que o obrigam a estar escondido e outros até que é ele próprio que já é um esqueleto.
Quando iniciei este blog há mais de sete anos ia-se iniciar a campanha eleitoral daquele que viria a ser o seu primeiro mandato. Bem berrei que ele era o principal responsavel pelo estado a que chegou o país quando esbanjou os comboios de dinheiro que chegavam todos os dias da Europa, quando destruiu o tecido produtivo, as pescas e a agricultura, quando fomentou a instalação de uma politica de interesses e de gatunos, quando apadrinho o nascimento de Bancos como o BPN, BPP e BCP, quando levou para os seus governos gente sem escrúpulos e sem moral que criou este sistema de clientelismo e compadrio. Hoje estamos a pagar bem caro a sua governação como Primeiro-ministro e a sua vacuidade como Presidente da republica. Se ainda tem uma pinga de vergonha na cara, demita este governo e demita-se a ele depois por triste e má figura.

17
Jan
13

Mais uma ano de miséria para os Silvas

cavaco silva maria cavaco silva barraca da coelha

 

“Eu descontei, quase quarenta anos, uma parte do meu salário para a Caixa Geral de Aposentações como professor universitário. E também descontei alguns anos como investigador da fundação Calouste Gulbenkian, e devo receber 1300 euros por mês. Não sei se ouviu bem: 1300 euros por mês. Quanto ao fundo de pensões do Banco de Portugal, para o qual eu descontei durante quase trinta anos parte do meu salário, eu ainda não sei quanto é que irei receber, mas os senhores não terão dificuldade”.
Em Janeiro de 2011, Belém confirmou que o Presidente da República decidiu prescindir do salário de 6523,93 euros, optando por receber pensões no valor de 10042 euros mensais. No entanto, “tudo somado, o que irei receber do Fundo de Pensões do Banco de Portugal e da Caixa Geral de Aposentações, quase de certeza, não vai chegar para pagar as minhas despesas, porque como sabe eu também não recebo vencimento como Presidente da República.”
20 Janeiro de 2012

Faz agora um ano que o Sr.Silva fez estas lindas afirmações por as pensões irem ser cortadas no Orçamento de 2012, que não enviou para o Tribunal Constitucional, o mesmo que acabou por declarar inconstitucionalidades em alguns pontos quando questionado por alguns deputados. Este ano promulgou uma vez mais um Orçamento bem mais violento que o anterior mas acabou por pedir a verificação de dois pontos sendo um deles os cortes nas pensões mais elevadas, como a dele. Compreende-se as dificuldades são muitas e pelos vistos também as despesas. Os 14 milhões que o Palácio de Belém recebe ( o dobro da família Real Espanhola) para o seu funcionamento são só umas migalhas para ajudar o pobre homem. Nem quero imaginar como sobreviverá quando tiver de ir viver para a sua Casa na Quinta da Coelha só com a sua magra pensão. Terá certamente de recorrer às suas poupanças mas tenho a certeza que os seus amigos, como o Dias Loureiro, Duarte Lima, Oliveira e Costa e muitos outros não deixarão de o ajudar.

 

15
Set
12

Tão amigos que eles eram

 

27
Jan
12

O Milagre dos Silvas

A “Plataforma Cidadã de Resistência à Destruição do SNS” preocupada com as recentes declarações do Senhor Presidente da República, informa que no próximo dia 28, Sábado, às16 horas, irá repetir o histórico “milagre das rosas” à porta de Belém, evitando, assim, que o senhor Presidente passe fome.
Como de acordo com as suas recentes alegações o seu miserável rendimento é insuficiente para suportar as despesas do seu excelso agregado, aproveitamos também para lhe entregar em mão o Manifesto da Plataforma (http://www.manifestosns.tk/?page_id=31), com as assinaturas recolhidas até à data, em nome dos milhões de portugueses que nos próximos longos e negros meses ficarão impossibilitados não só de comer, como também de adoecer, na sequência da nova legislação para a Saúde, que embora totalmente alheia ao espírito da Constituição da República, o Sr Presidente não impugnou.
Esta será uma “cerimónia” pública. Convidamos todos os utentes do SNS a participarem nela, contribuindo com a oferta de um pãozinho duro e bolorento.”

Eu vou. Difícil vai ser arranjar o pão bolorento que cá por casa evita-se o desperdício alimentar, mas por uma boa causa até ofereço um pãozinho da véspera aos Silvas nesta hora de grande aperto. Sempre pode fazer uma açorda.

Sábado 28 Janeiro às 16 Horas
24
Jan
12

Ajudem os Silvas

Onde está a tão apregoada solidariedade dos portugueses? Veio o pobre do Sr. Silva manifestar as suas dificuldades em pagar todas as suas despesas com os meros 10 mil euros que recebe das pensões e em vez de apoio todos se mostraram indignados com as suas afirmações. O homem que trabalha que nem um Mouro, que descontou 40 anos como professor universitário, mais 30 no Banco de Portugal sem falar dos 8 anos como Primeiro-Ministro e já vai em mais 6 de Presidente da Republica. Ele já trabalhava ainda estava na barriga da mãe, um homem que pode dizer que nunca tem dúvidas e raramente se engana e que todos sabem ainda estar para nascer alguém mais honesto que ele. Um homem sentimental que adora o sorriso das vacas no campo e aprecia o prazer, o deleite que sentem quando as ligam à ordenha mecânica. Um homem que tem a difícil missão de defender a Constituição, mas não quer criar problemas ao governo vetando um orçamento carregadinho de inconstitucionalidades. É a esse homem que negamos solidariedade.
É para corrigir essa situação que logo às 17:30 vou a Belém juntar-me ao movimento que pretende fazer uma recolha de moedas para entregar ao aflito Sr. Silva. Temos de ser uns para os outros, não é?
PS: Eu bem queria fazer bonecos de outros “bonecos” deste nosso Jardim, mas o Sr. Silva não deixa
23
Jan
12

O mendigo de Belém

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho comentou as polémicas declarações de Cavaco Silva sobre a sua reforma. «Todas as pessoas, independentemente da posição que ocupam, fazem hoje sacrifícios importantes sejam aqueles que tem reformas maiores ou aqueles que têm reformas mais pequenas».

Realmente o sacrifício que o Sr. Silva está a fazer é igual ao de um reformado que receba uma pensão mínima. Tem razão, Sr. Primeiro-ministro, são para (quase) todos.

21
Jan
12

Quem pode sobreviver com uma pensão de 10 mil euros?

O Presidente afirmou ganhar 1.300 euros da CGA, para a qual descontou durante 40 anos sobre o seu vencimento de professor universitário e investigador da Fundação Calouste Gulbenkian. Do Banco de Portugal, para onde descontou 30 anos, Cavaco Silva disse não saber quanto receberá (8.235 euros). Mas adiantou que a soma dos dois valores não chegará para as suas despesas (em 2011 foram 141 mil euros em pensões).

Se fosse gozar com a Senhora que o pariu fazia muito melhor. Esta gente já não tem vergonha na cara e sobretudo este exemplar de múmia que vive num palácio com um orçamento que quase duplica o da Casa Real Espanhola (16 milhões) e que tem uma casa na Praia da Coelha comprada com dinheiros que os seus amigos do BPN lhe deram a ganhar. O que ele merecia era viver com o rendimento mínimo para ver o que sofrem aqueles que ele ajuda a empobrecer todos os dias. Correr com esta escumalha não só é necessário como é essencial.

18
Dez
11

Obrigadinho, Oh Silva

Numa mensagem de boas-festas divulgada no site da presidência da República, o Presidente Cavaco Silva ao lado da mulher, desejou aos portugueses um ano de 2012 «tão bom quanto possível».

Se em vez de vir dizer banalidades e desejar uma ano tão bom quanto possível fazia melhor em fazer o possível por não o transformar num ano impossível de ser razoável quanto mais bom. Nem tem de fazer muito, vete as leis inconstitucionais que lhe caírem na secretária e corra com esta escumalha que assumiu o poder à custa da mentira e da aldrabice. Isto sim seria possível, mas sendo ele quem é e como é todos sabemos que é pedir-lhe o impossível. Podia ao menos, se nada vai fazer, deixar de ser hipócrita e calar-se. Já transformava o ano de 2012 um pouco melhor. Quanto é possível, claro.

02
Dez
11

A Abóbora do Cavaco

Cavaco Silva Agricultor não teme comparações e afirma, pegando na abóbora de um outro agricultor, que as abóboras dele são muito maiores. Não fala sobre o orçamento porque ainda não conhece o documento na totalidade. Nós, mesmo os que também não conhecem o orçamento na totalidade podemos esperar porque todos sabemos que é um documento que inclui inconstitucionalidades. Esperemos que também aí tenha uma grande “abóbora” e tenha a coragem de enviar tudo para o tribunal constitucional.
Como tenho algumas dúvidas o melhor mesmo é começarmos a pensar em juntar-nos todos para ir a Belém mostrar-lhe a nossa indignação.

30
Out
11

O Rei da Respública do raio que o parta

Para a Cimeira Ibero-Americana, que decorre no Paraguai, Aníbal Cavaco Silva arrasta atrás dele um séquito de 23, no qual se incluem mordomo e médico pessoal. O mesmo Presidente, que se eternizou na célebre frase “Ninguém está imune aos sacrifícios”, já tinha suscitado consternação aquando da visita aos Açores em Setembro, por se ter feito acompanhar de uma comitiva de 30 pessoas, entre as quais estavam o chefe da casa civil e sua esposa, quatro assessores, dois consultores, um médico pessoal, uma enfermeira, dois bagageiros, dois fotógrafos oficiais, um mordomo e 12 agentes de segurança. Já recentemente Cavaco Silva recebeu as credenciais de seis embaixadores tendo cada um sido acompanhado por 60 cavalos e charanga da GNR.

É o que dá ser-se Rei de uma Republica. A Presidência receber por ano mais de 14 milhões de euros, o dobro do orçamento da Casa Real Espanhola, dá para isto e muito mais. Que não faltem  festas, passeios e charangas . Quem perdeu os subsidio de férias, Natal e parte do salário e vê quem afirmava que todos tínhamos de fazer enormes sacrifícios a esbanjar à grande e à francesa, como se deve sentir? Pessoalmente sinto-me indignado mas também muito zangado e Irritado.

25
Set
11

O séquito presidencial

«Cavaco Silva está em visita oficial aos Açores e, além da sua mulher, acompanham o Presidente da República mais 30 pessoas, ao longo de cinco dias. Da lista oficial constam o chefe da casa civil do Presidente, Nunes Liberato, também acompanhado pela mulher, quatro assessores, dois consultores, um para os assuntos políticos e outro para a comunicação social, e cerca de uma dúzia de elementos do corpo de segurança, entre eles dois sargentos, um tenente-coronel, um subintendente e cinco agentes principais. Mas da comitiva do Presidente fazem parte também dois fotógrafos oficiais, um médico pessoal, uma enfermeira, dois bagageiros e até um mordomo. 

Na chegada ao arquipélago açoriano, questionado sobre o buraco orçamental das contas madeirenses, Cavaco foi parco em palavras, mas reiterou o que já afirmou várias vezes: “Ninguém está imune aos sacrifícios.”

O que ele queria dizer é que quase ninguém está imune aos sacrifícios, que isto de ir viajar com bagageiros e mordomos, sem falar de quatro assessores e dois consultores,  é coisa de gente fina. Na verdade o casal Silva não parece ser gente assim tão fina, mas quem tem 17 milhões, o dobro da família Real Espanhola, para gastar por ano pode dar-se a esses luxos, mesmo que a sua declaração mais importante tenha sido a constatação de que as vacas açorianas sorriem enquanto assistem à erva a crescer nos campos. (É o que dá não haver comboios para verem passar, as vacas, claro).


04
Ago
11

Os Silvas vão de férias para a Coelha

De partida para férias o Presidente da República, Cavaco Silva, escreveu uma mensagem no Facebook aos portugueses:
“Nesta época em que muitos podem abrandar o ritmo de actividade ou gozar uns dias de descanso merecido, muitos outros não poderão fazê-lo, ou vivem uma grande intranquilidade quanto ao seu futuro. Os portugueses estão hoje plenamente conscientes das dificuldades que enfrentamos e que exigirão um grande esforço para serem ultrapassadas. Por isso mesmo, este é o momento para recuperar forças e ânimo… para um novo ano, que será de grande exigência mas que deverá também ser, como tanto desejamos, de coragem e de esperança. Portugal não pode falhar o esforço de recuperação da economia e da confiança dos investidores internacionais, para o que é fundamental o contributo, a energia e a determinação de todos nós”.

Quando vejo o Cavaco a fazer estas retoricas em que fala muito para não dizer nada, em que tudo esprimido não é mais do mesmo, da necessidade de nos conformarmos com a nossa sorte e aceitar e trabalhar para servir os interesses dos mercados, só me apetece mandá-lo de vez ao “cócó”. Que vá usufruir dos bons negócios que fez na altura do BPN para a sua vivenda na Coelha, convide os seus amigos como o Dias Loureiro, ou os seus ex-ministros como o Mira Amaral, Que vá mas que se cale que já não há paciência para o ouvir. Desapareça.




Indignados Lisboa
Dezembro 2020
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Blog Stats

  • 718.253 hits


%d bloggers like this: