Posts Tagged ‘Pacheco Pereira



28
Nov
09

A Obsessão do Pacheco

A obsessão do Pacheco Pereira com o Engenheiro já chegou ao ponto de vir defender que escutas telefónicas deviam ser utilizadas no Parlamento como facto político e para provar que ele, o Engenheiro, mentiu sobre o caso da TVI. Não se trata de provar corrupção ou um crime, mas simplesmente de utilizar as escutas para fazer política. Passou-se.

24
Nov
09

A palavra do Senhor…anda Pacheco

Há muito que digo que o Pacheco Pereira se passou. Há muito que perdeu o discernimento e cada vez está mais previsível e paranóico em tudo o que diz. Talvez por acreditar que tem sempre razão, que é mais inteligente que os outros, roga-se o direito de declarar a verdade absoluta em que todos devemos acreditar. Hoje vi um programa que ele tem sobre a comunicação social e tudo, dos blogs aos jornais, onde haja quem não diga mal do governo, está a fazer um mau trabalho, quem escreva artigos contra o Sócrates está a fazer boa investigação e um bom trabalho. Será que a Sic noticias não tem nada melhor para apresentar que a visão de um homem obcecado?

24
Nov
09

Ups!

“O próximo presidente do PSD não pode falhar”.
Aguiar Branco

06
Out
09

A Espada de “Damocles de Boliqueime”

Cavaco socrates espada de democles

Ver o PSD a criticar o Sr. Silva e serem os Socretinos a pôr-lhe a mão por baixo para o segurar e safar das trafulhices que ele fez não deixa de ser curioso. Quando podiam dar a estocada final, o Engenheiro optou por não o fazer e pendurar-lhe a espada sobre a cabeça. A questão agora é saber quando a vai deixar cair, pois ou me engano muito ou o e-mail da polémica que foi publicado pelo DN, não é o ultimo. Acredito que há mais e que o Engenheiro os vai utilizar para ter o Sr. Silva na mão até às eleições presidenciais. Quem sabe isso fará do Sr. Silva o primeiro presidente a não conseguir ser reeleito para uma segunda legislatura (se chegar a ser candidato).

03
Out
09

Linguagem Pachectual

pacheco pereira cavaco silva linguagem gestual

Hoje ouvi o Pacheco Pereira a traduzir aquilo que o Sr. Silva nos tinha dito na sua comunicação ao país. (Prática não lhe falta, já que nos últimos tempos não tem feito outra coisa que traduzir e justificar a Manuela Ferreira Leite sempre que ela abre a boca). Em directo seria bem mais divertido.

06
Set
09

O funeral eleitoral ou a missa do 7º dia do PSD

Aguiar Branco pacheco Pereira funeral do PSD

O PSD não irá fazer convites às principais figuras do partido para participarem na campanha. Manuela Ferreira Leite deixou-o claro. “Aos casamentos e baptizados não se vai sem ser convidado, mas a todas as outras iniciativas, tais como funerais, missas do sétimo dia e campanhas eleitorais vai quem quer.”

Realmente funerais, missas de sétimo dia e a campanha eleitoral da Manuela Ferreira Leite têm algo em comum; um cadáver, mesmo que no último caso nos queiram convencer que está vivo. Porra, a este não vou certamente com ou sem convite, que para zombie já me chaga o de Belém.


23
Ago
09

Um partido virado ao contrário

pacheco Pereira balao

Pacheco Pereira considera que a inclusão de António Preto na lista de candidatos do PSD é “uma ferida em aberto”. O também comentador político quebra assim o silêncio sobre a polémica das listas para as eleições legislativas. Num blogue de apoio ao PSD, Pacheco Pereira admite que há “erros nas listas” e que até ele teve que “engolir sapos”.

Porquê? Se sempre foi tão crítico com os anteriores líderes do seu partido porque resolveu “engolir sapos” com a Manuela Ferreira Leite? Será que é porque ela lhe deu um “tacho” de deputado? Será que só agora critica as listas porque já tem o seu lugar garantido? Porque não vira agora o símbolo do PSD de cabeça para baixo? Ou melhor porque não se vira ele de cabeça para baixo?
Alguém acredita que este PSD transformado numa manta de retalhos pode ser governo neste país?

06
Ago
09

Regresso ao passado no PSD

Pacheco Pereira Maria José Nogueira Pinto João de Deus Pinheiro os novos deputados

Pacheco Pereira está confirmado como cabeça de lista do PSD pelo distrito de Santarém e para Braga, Manuela Ferreira Leite escolheu o ex-ministro João de Deus Pinheiro,
Quem também regressa à Assembleia da República é a antiga deputado do CDS Maria José Nogueira Pinto, que será candidata por Lisboa.

Aqui está a tão falada renovação na Lista de deputados do PSD, não com gente novas e novas ideias, mas com o regresso da velha guarda que tão tristes provas já deu no passado. Fazem lembrar aquelas bandas que desapareceram com o tempo e que agora, embora já não tenham voz nem ideias novas, se juntam para tocar os velhos êxitos e fazer mais um dinheirito. O ver estes nomes só me lembrei de que felizmente o Salazar já morreu ou ainda o convidavam.


02
Ago
09

Gentinha sem espinha

santana lopes manuela ferreira leite pacheco pereira relações perigosas

O Pacheco Pereira não esconde que é um dos mais entusiastas apoiantes da Manuela Ferreira Leite, ao ponto de nos dizer que aquilo que ela diz não é o que diz, mas aquilo que deveria dizer. Por outro lado, o mesmo Pacheco Pereira é um dos maiores críticos da governação do Santana Lopes, acusando-o de despesista, populista e incompetente. A unir tudo isto, a Manuela Ferreira Leite, que nem há um ano foi incapaz de assumir que votaria no Santana Lopes, vem agora, que é líder do PSD, escolhe-lo para ser candidato à presidência de Lisboa, a maior autarquia do país. É fantástica a hipocrisia que os interesses partidários e políticos criam e a falta de honestidade e coluna vertebral desta gente. Certamente muitos sentir-se-ão horrorizados só de pensar em mais quatro anos de Sócretinos, mas devemos perguntar-nos se é gente desta que queremos à frente deste país? O voto contra estas politicas é necessário, mas infelizmente a esquerda foi incapaz de nos apresentar uma alternativa viável de poder. Exigir-lhes essa alternativa é a nossa obrigação, a deles a de ouvir o desespero de um povo esquecendo os seus interesses pequeninos de luta partidária. Este país e este povo não aguentam mais quatro anos do mesmo.


23
Jun
09

A Loira do Regime

Pacheco Pereira a Loira do regima
Numa entrevista ao Jornal “I”, Luis Filipe Meneses afirmou: “Pacheco Pereira é a loira do regime.” “Não é nada de depreciativo. Quando nos lembramos do “La Dolce Vita”, de Fellini, nenhum de nós se lembra do Marcello Mastroianni, mas lembramo-nos da bela sueca a tomar banho na Fontana di Trevi. Cada filme, cada país, cada circunstância, cada momento histórico, tem a sua loira do regime. No nosso momento histórico, o meu companheiro Pacheco Pereira é a loira do regime. Ele só quer centrar todas as atenções nele, independentemente daquilo que esteja em causa. É evidente que a loira do regime é sempre má actriz. Quando se lhe dá um papel importante dá sempre para o torto – mas esteticamente é fantástica.”

Quem será a morena?

pacheco Pereira luis filipe menezes dolce vita

Pacheco Pereira  Dolce vida loira

04
Abr
09

Anda Pacheco

pacheco-pereira-sancho-panca

Como disse, esta semana estou de férias e isso dá-me tempo para fazer algumas coisas que normalmente nem pensamos em fazer. Neste caso ler as opiniões do Pacheco Pereira na revista Sábado. Confesso, ler, ler não é bem o caso, li na diagonal que ele encontra “Dez razões por que o caso Freeport é importante”. Dez razões que são todas uma só, o Engenheiro ser Ministro, Primeiro-ministro, responsável, ter assinado, ter estado lá, ter a policia Inglesa à perna, mas sempre por ser o Engenheiro. Para mim esqueceu-se da décima primeira e provavelmente a mais importante, não é do seu partido.

Para mim só há uma razão, a de não aceitarmos ter governantes corruptos, sem olhar a partidos ou a posições. A corrupção na administração pública é a corrupção feita com aquilo que é de todos nós. Quem se provar ser corrupto uma vez, nunca mais pode mexer em dinheiros públicos de novo. Os casos como os do Névoa do Bragaparque, entre tantos outros, não podem ser admissíveis. Enquanto não se resolverem os problemas da justiça neste país nunca resolveremos os problemas do próprio país.


11
Jan
09

Memória de Rafael Bordalo Pinheiro

O PSD de Rafael

O PSD de Rafael

Continuando a relembrar como é importante salvar a memória viva de Rafael Bordalo Pinheiro, aqui fica mais uma adaptação das suas caricaturas, agora em versão PSD.

21
Dez
08

As birras do Pacheco

Boa viagem

Boa viagem

Pacheco Pereira muda de cidade para não votar Santana Lopes
in “iol diário

«Sou eleitor de Lisboa, mas, de facto, é muito provável que para a semana já não seja eleitor em Lisboa. Se o Simplex funcionar para as mudanças de registo eleitoral, para a semana já não sou eleitor em Lisboa, porque não quero deixar de votar no meu partido.» afirmou Pacheco Pereira

Anda Pacheco! Muito gosta o Pacheco de fazer birras quando sempre que as coisas não lhe correm bem na sua infinita sapiencia. Quando não lhe ligam faz uma birra. Ou vira o PSD de pernas para o ar ou muda de cidade. Parece não compreender que as setas do PSD estão viradas para baixo e é por ai abaixo que ele vai. Entre os que são populistas e os que hipocritamente também cabam por o ser, não vai grande diferença. As sondagens e a prática mostram-no.
O Pacheco, esse vai de mal aviada para Santarém. Boa viagem.

22
Out
08

A Flauta Mágica

A Flauta Mágica laranja

A Flauta Mágica laranja

Do amigo J.Lima recebi esta imagem e este texto que aqui deixo na integra.

O ARGUMENTO
No princípio da obra vemos Tamino, um Príncipe chegado de longínquas terras, fugindo duma enorme serpente. Três damas que se dão a conhecer como damas de companhia da Rainha da Noite salvam-no. Numa cena posterior a mesma Rainha da Noite apresenta-se e encarrega o Príncipe de salvar sua filha Pamina que havia sido raptada pelo malvado Sarastro. Acompanhará Tamino na sua busca Papageno, um pobre e inocente homem coberto de penas, cuja função é caçar pássaros para a Rainha da Noite, a troco de pão e vinho. Os dois recebem uma flauta e um jogo de campainhas mágicas como presente, e como guias aparecem três jovens “formosos e sábios”.
Papageno é o primeiro a encontrar Pamina após uma disputa com Monostatos, seu carcereiro mouro, e foge com ela. Entretanto, os três jovens levam Tamino até à entrada de três templos, ou seja, o da Sabedoria, o da Razão e o da Natureza. Ouvem-se umas vozes que impedem o Príncipe de entrar nos templos, excepto o do centro que é o da Sabedoria. Tamino encontra depois um sacerdote que lhe explica que foi enganado e que Sarastro não é tão mau como ele pensa. O Príncipe fica então completamente desconcertado e, sentindo-se só, pergunta: “Eterna Noite, quando retrocederás? Quando acharei a luz?” E vozes invisíveis respondem: “Já, ou nunca!”

AS PERSONAGENS
A Rainha da Noite: Soberana da floresta e dos poderes psíquicos. Aparece num trono recamado de estrelas. A sua ambição faz com que ela queira destruir o templo solar e usurpar o poder ao ver Sarastro suceder ao pai de Pamina como sumo-sacerdote do templo.
Sarastro: O sábio perfeito, humilde servidor dos Deuses Ísis e Osíris, como o demonstra em inúmeras passagens da obra ao invocar a Vontade divina.
Tamino: Príncipe chegado de longínquas terras, como acontece em quase todos os contos tradicionais. É puro, valente e sincero, e foi predestinado pelos Deuses para suceder a Sarastro e unir-se a Pamina em matrimónio sagrado.
Pamina: Princesa, filha da Rainha da Noite e do hierofante antecessor de Sarastro. Deve superar a dúvida e transmutar a sua natureza lunar em solar. Representa a passagem entre Vénus Pandemos e Vénus Urania, isto é, a alma dual.
Monostatos: O carcereiro de Pamina, representado como mouro. A sua natureza é tirânica e passional.
Papageno: Lembra-nos a personagem de Sancho Pança. Acompanha Tamino, mas de má vontade. Prefere os prazeres simples aos elevados Mistérios. A sua contraparte é Papagena com quem, por fim, se completa.

20
Out
08

A Magia laranja

Dividir para existir

Dividir para existir

Um exclusivo oferecido ao WehaveKaosInTheGarden pelo amigo J.Lima




Indignados Lisboa
Outubro 2021
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Blog Stats

  • 721.531 hits


%d bloggers like this: