Posts Tagged ‘Ramalho Eanes

08
Mar
13

A Múmia de Belém

antonio jose seguro aventuras do tantan e as mumias de belem

Enviaram-me a capa do livro, “Os charutos do Faraó” do Tin Tim e perguntaram-me o que conseguia fazer com ela. Como já em 2006 quando iniciei este blog, chamava ao Sr. Silva de “Múmia de Boliqueime” não resisti e foi isto que saiu.

Portugal tem um sistema semi-presidencial o que faz com que o Presidente da Republica tenha alguns poderes mas a governação esteja nas mãos de um governo aprovado por uma Assembleia da Republica. Ao Presidente cabe sobretudo a função de garantir o respeito e o cumprimento da Constituição. Se os Presidentes que antecederam a esta “múmia” que agora lá está, cumpriram minimamente com esse juramento, embora nunca tenham tido a coragem de obrigarem os governos a cumprir com as promessas feitas em campanha eleitoral permitindo que chegássemos ao estado em que estamos, este parece ter feito à Constituição o que o Mário Soares fez ao socialismo. Meteu-o na gaveta e atirou fora a chave. Para mais este tal de Silva sempre mostrou uma total falta de carácter e de coragem, refugiando-se em viagens de Estado sempre que tinha de tomar uma decisão mais polémica e ultimamente por detrás dos muros do Palácio de Belém e de um silêncio ensurdecedor. Também é verdade que para quem disse que ainda estava para nascer alguém mais honesto que ele há demasiados rabos de palha a surgirem e os podres e a roubalheira dos seus mais directos colaboradores quando foi Primeiro-ministro começam a aparecer por todo o lado. Se este governo é composto por gente sem carácter e vendida a interesses do grande capital, este Presidente não é melhor e só por isso, juntando quem não presta com quem é uma porcaria, que este país caminha a passos largos para a miséria e para a desgraça social e económica. Correr com eles, com todos eles é essencial e urgente.

27
Abr
11

Diabruras democráticas

Três ex-presidentes mais o actual reuniram-se no dia 25 de Abril, 37 anos depois de 1974, para dizer que a Democracia deve ser substituída pela unanimidade nacional nos partidos daquilo a que chamam “arco do poder”. Uma espécie de suspensão da Democracia da Manuela Ferreira Leite mas em versão light. O que for escolhido pelo voto não interessa para nada porque tudo está já combinado e o apoio parlamentar na Assembleia garantido. Ganhe quem ganhe, ganha o FMI.



Indignados Lisboa
Abril 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Blog Stats

  • 720.497 hits


<span>%d</span> bloggers like this: