Posts Tagged ‘Sarkozy

08
Abr
12

Portugal no reino dos piratas

Estou fora do meu ambiente natural, com uma net ainda a “válvulas ” e um PC que já viu melhores dias pelo que durante algum tempo este blog vai funcionar a meio gás. Vai ter bonecos que andavam guardados à espera da sua oportunidade para serem publicados e pouco mais. As minhas desculpas, mas a minha família, e eu,  também temos direito a aproveitar um pouco do tempo que temos para estar juntos.
Um abraço a todos e uma boa Páscoa dentro das possibilidades que ainda nos vão restando.


19
Mar
12

Heil Sarkozy

 

05
Mar
12

As Serviçais

EM EXIBIÇÃO
04
Fev
12

Sejam e vivam como pobres

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu, em entrevista ao Sol, que Portugal só pode crescer se poupar, lamentando que algumas pessoas “tenham continuado a viver como se não fossem pobres”.

Oh Pedro, os que são pobres não podem viver de outra maneira que não seja viverem como pobres, os que não o são é que podem escolher viverem como pobres ou não. Com esta conversa ainda te vou ver nas cimeiras da União Europeia vestido de mendigo. Afinal somos ou não somos um país pobre? Ou seremos somente um país de muitos muito pobres e poucos muito ricos?

16
Jan
12

Está a chegar a hora da França

A agência Standard & Poor’s (S&P) fez uma vaga de cortes que abrange nove países e retira à França e à Áustria a nota máxima de avaliação. Portugal passa a ter uma nota já considerada “lixo” financeiro.

Já nem vou falar de mais uma agência financeira ter atirado Portugal para o lixo. Isso já é corriqueiro e são sempre mais um murro no estômago do Passos Coelho que, para nosso mal, os merece a todos. Agora, estou é curioso para ver se o Merkozy continua, ou se o Sarkozy começa a sentir o rabo da França mais apertadinho ou a Merkel a chamar preguiçosos aos franceses. A culpa é da guerra entre o Dolar e o Euro para mostrar que os lideres não têm culpa nenhuma. São os mercados, até chegam a reconhecer que são especuladores, e por isso tudo isto é uma injustiça. Mas será?
Se existem regras quem as fez? Se é crime quem rouba é porque alguém fez uma lei que diz que roubar é crime. Se não é crime especular com o futuro de países, promovendo a miséria dos seus povos, é porque nunca desejaram fazer uma lei em que especular seja considerado um crime. Porque fazem umas leis e não fazem as outras? Perguntem-lhes.

08
Jan
12

Cada vez sorrimos menos

Face neutra e sorriso fechado. Um estudo científico realizado pelo Laboratório de Expressão Facial da Emoção da Universidade Fernando Pessoa aponta para uma diminuição «significativa» na exibição de qualquer tipo de sorriso e o aumento da expressão neutra em mulheres e homens. No universo das 15.243 fotografias analisadas verificou-se que a expressão facial de emoções negativas é mais frequente e intensa do que a de emoções positivas. Um padrão que se acentuou expressivamente no ano passado.

Realmente, com esta Europa, este governo, este Presidente, esta oposição e tanta corrupção e compadrio cada vez mais temos menos razões para sorrir. Mas, também é verdade que tristezas não pagam dívidas e por isso continuo a defender o mote deste blog; Se há quem chore de alegria porque não havemos de rir de tristeza.

10
Dez
11

A Nova Europa

09
Nov
11

Uma Barraca de Tiro na Barracada de Europa

Agora é a Itália que se aproxima rapidamente da fatídica barreira dos 7% de juros que já condenou a Grécia e Portugal a vender o seu futuro nas mãos das Troikas  todas deste mundo. De cada vez que a Europa se reúne para anunciar um novo plano para combater a crise das dívidas soberanas os especuladores financeiros mostram quem manda e atiram mais um país Europa ao tapete. O mal não foram os malandros dos Gregos nem só as engenharias dos Sócretinos ou como vai ser do mafioso do Berlusconi. O mal é todos sabem qual é e ninguém faz nada para o travar. É a especulação, o capitalismo global, a Nova Ordem Mundial que se aproxima. Já só mesmo os governantes é que parecem não o querer entender pois as populações cada dia mostram mais a sua indignação. O FMI, qual abutre, já esvoaça por Itália e em França já se preparam para aumentar impostos e cortar nos serviços sociais, de saúde e educação. O mal espalha-se e a Europa definha. Há culpados, há razões e existem outras soluções. Só uma outra democracia, mais verdadeira e mais interventiva em que os cidadãos pudessem exprimir a sua vontade e escolher o seu caminho. Com esta gente que nos mente e engana é que não vamos lá.
03
Nov
11

A Europa e o cadáver Grego

O primeiro-ministro grego George Papandreou anunciou hoje a realização de um referendo sobre o novo pacote de ajuda à Grécia. “A vontade do povo grego vai comprometer-nos”. “Eles querem adotar o novo acordo ou rejeitá-lo? Se os gregos não o quiserem, não será adotado”, acrescentou Papandreou, que na passada semana, enfrentou uma nova vaga de protestos contra medidas de austeridade adicionais decididas pelo governo.

Os lideres europeus caíram de cu, os mercados caíram por aí abaixo. Isto de se perguntar ao povo o que deseja é coisa que nesta democracia não é bem vista. Também lá dentro, na Grécia, a coisa não parece correr muito bem. Há já deputados que levantam a voz contra, outros pedem a cabeça do Papandreou e as chefias militares já foram demitidas com medo de um golpe de estado. A ideia do Primeiro-ministro até lhe pode ter parecido boa. Tentava que o Sim ganhasse com uma campanha forte e assustando com a bancarrota e a falta de financiamento, o que legitimaria as  novas medidas de austeridade. Se o Não saísse vencedor limpava as mãos, qual Pilatos, e  poderia sempre “chutar” para cima dos Gregos as responsabilidades do não pagamento da dívida e da inevitável saída do euro. A intenção até pode ter sido hipócrita, ao só dar a voz aos gregos quando a escolha já só é entre dois males, mas pelo menos é mais democrática.
A Europa chegou finalmente ao beco sem saída que todos previam mas ninguém evitou. Podem fazer as Cimeiras que desejarem mas o Euro, que já tinha morte anunciada, entrou em coma profundo. Mais um prego no caixão desta Desunião Europeia que tem lideres tão fracos que nem para dirigirem a colectividade aqui da rua serviam.

11
Out
11

Os tanques do medo

Enquanto a crise da dívida Europeia continua com a possibilidade de a Grécia ficar sem dinheiro em questão de semanas, e com o sistema bancário europeu a entrar em colapso, a Grécia parece ter tomador uma decisão importante para enfrentar o futuro imediato: comprar 400 tanques aos EUA no valor de “dezenas de milhões de dólares.
O número dois do governo de Papandreou, Theodoros Pangalos, afirmou que “se deixamos o euro, os bancos teriam de ser defendidos com tanques”
[Traduzido daqui que na comunicação social portuguesa não se encontra nada]


Hoje lá, amanhã pode ser cá.
Esta parece ser uma boa resposta para aqueles que falam em austeridade e em sacrifícios. A mentira fica bem demonstrada quando não há dinheiro para os cidadãos mas não falta para comprar armas para combater o seu próprio povo. Lá como cá vivemos a mentira e a subjugação aos grandes interesses económicos a à especulação financeira, presos a uma divida que não contraímos e a um futuro de miséria que nos querem impor.
Se a mentira existe e se subsiste é porque o sistema a esconde a verdade que o desmascararia. Todos os que nele participam e o não denunciam são colaboradores e não podemos contar com eles. Só os povos, mostrando a sua indignação e exigindo uma democracia verdadeira onde todos sejamos parte integrante das decisões que a todos nos afectam, podem fazer a mudança. No dia 15 de Outubro por todo o mundo e também cá pelo jardim milhares de manifestações e protestos vão encher as ruas de centenas de cidades. No próximo sábado vamos todos encontrar-nos no Marques de Pombal e vamos desfilar até aquela que devia ser a casa da democracia, a Assembleia da Republica. A presença de todos é importante demais para que alguém fique em casa. É o futuro de todos que está em causa.

02
Out
11

O Naufrágio da Europa

 

20
Set
11

Ainda há Europa?

EM EXIBIÇÃO POR TODA A EUROPA

19
Ago
11

Encontro de ratos


A chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy defendem uma linha mais dura para com os países que não tomem medidas agressivas para reduzirem os seus défices. Na carta, que os dois líderes enviaram ontem ao presidente do Conselho Europeu, Van Rompuy, é proposto que todos os pagamentos dos fundos estruturais e de coesão sejam suspensos se um Estado-membro da zona euro não cumprir as recomendações sobre o procedimento de défice excessivo.

Esta gente quer-nos fazer acreditar que os problemas da Europa e do Eurose resolvem com ameaças de castigos? Será que querem exigir que sejam os paises em crise que resolvam a crise do próprio capitalismo? Irlanda, Grécia, Portugal, o Chipre, a Espanha e a Itália já na linha da frente e a Bélgica e França na calha. Para onde nos vai levar tudo isto? A resposta é lógica e trágica e ninguém se parece preocupar sériamente com isso. E, o tempo não pára e o amanhã vem já aí.

27
Maio
11

Fechar a torneira da internet livre

Os governos devem aplicar regras à Internet, defendeu hoje o presidente francês, Nicolas Sarkozy, durante o discurso de abertura do primeiro «e-G8», em Paris.
Apesar de reconhecer que a criatividade no mundo digital deve ser fomentada, o presidente francês afirmou  que os governos em democracia «são os únicos representantes legítimos da vontade geral».

Com a desculpa dos direitos de autor e da legitimidade democrática vem ai um ataque à liberdade na internet. O poder já entendeu que a internet está a ser utilizada como forma de contestação, de informação e de denuncia de muita coisa que normalmente é escondida pela comunicação social controlada. Basta ver o acampamento do Rossio para  ver como a realidade é escondida e a manifestação da “geração à rasca” da força de mobilização em que se pode transformar. A Internet é neste momento uma das principais armas contra o totalitarismo e contra a lavagem cerebral a que somos sujeitos todos os dias pelos meios de comunicação “oficiais”. Por isso a sua defesa é essencial assim como o é a participação de todos nos movimentos que exigem a criação de uma verdadeira democracia que acabe com a palhaçada que nos vendem. O poder não larga o osso de livre vontade e tudo fará para o manter. É por isso essencial que tiremos os nossos rabos gordos do sofá e vamos para a rua exigir aquilo a que temos direito: responsabilidade, liberdade e democracia real.

19
Maio
11

Ecografia eleitoral

O pequeno Sarkozy está a ter uma semana “eleitoral” tão perfeita como nenhum político ousa sequer pensar.  O seu principal adversário, Diretor do FMI e que o batia claramente nas sondagens para as Presidenciais Francesas marcadas para daqui a um ano, Dominique Strauss-Kahn, é preso em Nova York num escândalo sexual e a sua mulher, a “Bruuuunii”, anuncia que está à espera de um filho.



Indignados Lisboa
Setembro 2020
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Blog Stats

  • 717.069 hits


%d bloggers like this: