Posts Tagged ‘Vieira da Silva

06
Maio
11

A barca do PS

Na barca do PS, que mete água que se farta mas nunca mais vai ao fundo, uns são repescados, outros agarram-se ao barco que anda tubarão esfomeado pelo poder por aí.

09
Dez
10

A urgência e a emergência dos vendidos

O Governo considera imperioso mudar as regras relativas às indemnizações em caso de despedimento, uma «questão que está em cima da mesa». «Este plano tem a ver com a urgência, nalguns casos mesmo a emergência da situação que vivemos. Trata-se de um conjunto de iniciativas concretas, muito objectivas que irão ser tomadas nas próximas semanas e que irão vigorar já em pleno em 2011», afirmou o Ministro da Economia, Vieira da Silva.
 
Bastou os patrões pedirem e a Europa exigir para que o discurso do governo passasse do “Não haver necessidade de mexer na lei laboral” para a urgência, até emergência. Estes vendidos ao poder económico e serviçais dos Senhores da Europa não têm nem vergonha na cara, nem palavra, nem sequer uma coluna vertebral. Num país miserável em que o que mais importa é aumentar a produção e em que o desemprego oficial já vai nos 11%, as regras que impõem são as de facilitar ainda mais os despedimentos. A UGT, como tem sido habitual, já se disponibilizou para se vender mais uma vez e a CGTP já disse, na sua voz de trovão, que não aceita de maneira nenhuma mais esta mexida na Lei do Trabalho. Acredito que já esteja até a pensar em convocar mais um passeio na Avenida lá mais para a Primavera, que agora ó tempo está de chuva.
10
Ago
10

Como eu os vejo – Vieira da Silva

07
Abr
10

Calendário Maio 2010 – Sob a pintura a realidade da economia: nua e crua

25
Dez
09

As prendas do Vieira da Silva – Electricidade sobe 3%

O Vieira da Silva, que em Natais anteriores nos ofereceu a nova Lei do Trabalho não nos vai desiludir e para além do aumento do desemprego ainda tem aumentos no saco aumentos de 3% na electricidade quando vemos a EDP a atingir centenas de milhões de lucros. São as prendas que nos oferecem.

23
Nov
09

Uma vida precária

Nove de cada dez novos empregos são precários.

15
Nov
09

Espionagem política

vieira da silva espionagem politica

Vieira da Silva veio acusar as escutas feitas ao Armando Vara onde apanharam o engenheiro a dizer muita coisa que não confessa em público de Espionagem política. Todas as escutas feitas seja lá a quem for são sempre “espionagem” e quem misturou a politica com a justiça em perigosa promiscuidade foram os políticos, com as leis que fizeram e com as que não fizeram e ao utilizarem o poder judicial em interesses muitas vezes inconfessáveis. É por isso que a nossa justiça está no estado em que está e os nossos políticos são aquilo que são. É por isso que esta sociedade se envergonha do estado do seu país e o ideal de liberdade e democracia morre um pouco todos os dias.

23
Out
09

O novo governo – 3

vieira da silva sao francisco

Aqui está outro Ministro que também deve ficar mesmo sendo o Ministro de Trabalho, que desde o 25 de Abril, apresenta a maior taxa de desemprego de sempre. Alterou a lei laboral, facilitando o despedimento e retirando direitos a quem trabalha. Alterou unilateralmente as regras do negócio que o estado tinha com quem fazia descontos para a segurança social, reduzindo o valor da reforma e aumentando a idade em que poderemos reformar-nos. Hipocritamente, é também que facilita a criação do desemprego seja também quem depois nos vem falar no esforço para acrescentar algumas migalhas a quem vê pela frente dois anos de subsídio de desemprego e depois a miséria de nada ter. Os que tiverem mais sorte talvez arranjem um trabalho miseravelmente pago e sem horários, garantias ou direitos. É ele o Ministro da pobreza, aquele que distribui a miséria em a quem já pouco ou nada tem.

18
Ago
09

Prémios da Legislatura – Miséria e Miseraveis

premios legislatura vieira da silva miseraveis

Durante este governo o subsidio à miséria tornou-se em algo natural, não a forma de acabar com a pobreza, mas numa outra forma de caridadezinha para acalmar consciências e fazer programas eleitorais. Não se escolhe o caminho de lutar contra as enormes diferenças entre ricos e pobres, escolhe-se o manter em estado de sobrevivência mínima milhões de pessoas enquanto a outros se permite e ajuda a ganharem milhões na especulação, negociatas ou simplesmente por leis feitas à sua medida. Uma época onde hipocritamente se subsistui o direito a uma vida digna pela esmola da sobrevivencia. Vieira da Silva é, neste governo, a cara desta politica e por isso ganha o Prémio, “Miséria e miseraveis”, desta legislatura


02
Maio
09

1º Maio 2009

vieira-da-silva-1c2ba-maio-20091
A Segurança Social gastou até Abril perto de dois milhões de euros nas compensações aos mais de dez mil trabalhadores que estão em situação de ‘lay-off’, segundo dados hoje divulgados pelo Ministério do Trabalho.

A taxa de desemprego em Portugal subiu para 8,5 por cento em março – acima dos 8,4% verificados no mês anterior e dos 7,6% no mês homólogo de 2008
«Não há nenhuma saída miraculosa, não há uma bala de prata, mas há conjugação de esforços e inteligência para reduzir o impacto das dificuldades», afirmou Vieira da Silva perante empresários numa sessão de esclarecimento sobre «Apoios Governamentais para Vencer a Crise». Aos jornalistas, Vieira da Silva defendeu a «criação de políticas públicas que de alguma forma possam fazer a socialização do risco que as empresas sentem que é a contratação de um novo trabalhador».

Triste 1º de Maio este, para os trabalhadores, num ano que vimos o PS aprovar uma vergonhosa Lei Laboral que nem os partidos de direita tinham tido coragem de apresentar, e vemos o país mergulhado numa crise internacional, totalmente da responsabilidade da ganância do liberalismo capitalista global e com a complacência e apoio dos governos ao seu serviço. Triste dia este, em que vemos os mesmos que nos atiraram com a crise para cima, continuarem a aplicar as mesmas práticas e politicas que a geraram. Vamos continuar à espera que sejam eles que resolvam o problema? Até onde terá de ir o desemprego e a miséria para decidirmos que já basta?
Proibição dos despedimentos e ruptura com a União Europeia são essenciais para podermos construir uma alternativa viável.

30
Abr
09

Raças Perigosas XXX

vieira-da-silva-racas-perigosas
Após cinco anos de debate e negociações, a União Europeia decidiu abandonar a directiva que permitia alargar o horário semanal até às 65 horas. Em causa estava uma norma muito polémica que permitia alargar o horário semanal das 48 horas para as 65, desde que houvesse acordo entre o empregador e o trabalhador (“opt-out”).
O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, lamentou a falta de acordo entre o Parlamento Europeu e União Europeia sobre a revisão da directiva do tempo de trabalho.”Considero uma má notícia”.
Na mesma linha, o secretário-geral da UGT também lamentou a ausência de consenso, mas valorizou o facto de não se ter chegado a um acordo penalizador para os trabalhadores. “O parlamento não cedeu e os governos também não”, disse à Lusa João Proença.

O ministro que deve representar o interesse dos cidadãos do seu país e o que se diz representante de trabalhadores portugueses, lamentam ambos que não se tenha aprovado o alargamento do horário semanal até às 65 horas. Numa altura em que vivemos o flagelo do desemprego lamenta-se que não se possa forçar alguém a trabalhar perto de onze horas por dia. Eu tinha vergonha.

05
Mar
09

Há aqui alguma coisa que não bate certo

vieira-da-silva-facada-pensao
Num estudo sobre sistemas privados de pensões, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) põe Portugal, um dos sete países em que o sistema público é o único com relevo, num lugar preocupante: em 2030, quem se reformar passa a auferir 54,1% (a chamada taxa de substituição) do último salário recebido.

Ainda há quem pense que este sistema neo-liberal nos está a atirar a todos para a pobreza? Se hoje este jardim já está no cú da Europa, já é conhecido pelos seus baixos salários, imaginem como vai ser quando daqui a 20 anos formos mais velhos e muito mais pobres. Será que vamos na direcção certa quando caminhamos no sentido de virmos a ficar pior, mais pobres, com muito mais dificuldades? Não há aqui algo que não faz sentido? Não temos é de ir na direcção oposta, numa direcção em que estaremos melhor, em que vejamos melhorar as nossas condições de vida? Não será hora de invertermos a marcha, de começarmos a pensar num mundo de homens e não de números e avareza?

07
Jan
09

Dia de Reis

Bom ano de 2009

Bom ano de 2009

Quase que me passava esta data tão linda e tão festiva, que é o Dia de Reis. O Silva e o José a receberem em sua casa os cantadores das Janeiras para lhes oferecerem uma fatia de Bolo-Rei. Como isto acontece no mesmo dia em que o repelente Vítor Constâncio nos veio informar da derrocada da nossa economia. Nada que já não soubéssemos há muito tempo mas agora é oficial. Quanto aos Reizinhos também a crise parece tê-los atingido, que para este ano, em vez de Incenso, Mirra e Ouro só nos oferecem, Pobreza, Desemprego e Maus augúrios.

13
Nov
08

Tecer a servidão

Tecer a nova Lei laboral

Tecer a nova Lei laboral

Com a Manifestação dos professores, a “exemplar” sentença da Fátima Felgueiras, a “democracia” no Reino do Bicho da Madeira e o ensurdecedor silêncio do Sr. Silva sobre uma matéria, essa sim, de competencia presidencial, lá passou sorrateiramente a nova Lei Laboral tecida pelos Sócretinos. Em Janeiro já começaremos a sofrer de mais esta “arma” do capitalismo. Infelizmente, é por lutas corporativa que ainda vai havendo alguma contestação porque nas lutas importantes e que nos deviam mobilizar a todos continuamos bovinamente passivos.Até quando?

06
Nov
08

O Jogo da Segurança Social

O Jogador

O Jogador

Há uns dias soubemos que a Segurança Social tinha perdido uma s centenas de milhares de euros com investimentos feitos com as receitas da segurança social. Agora, ficámos a saber que tinha mais umas centenas de milhar depositadas em contas do BPN. Segundo o Ministro, tudo normal já que a Segurança Social tem contas em todos os bancos. A pergunta que eu faço é porquê? Se existe um banco do estado, a CGD, porque não utiliza o estado só esse banco para fazer as suas actividades bancárias. Assim os lucros que esse dinheiro gera ficariam em casa e o próprio estado recuperaria muito dele. Mas não, parece que há a necessidade de utilizar o dinheiro de todos nós para possibilitar lucros à Banca privada. Será porque muita alma-parda deste regime, muito amigo do poder está por detrás desses bancos? Porque raio anda o dinheiro dos meus descontos, o dinheiro que devia servir para garantir um mínimo de dignidade a este país a ser utilizado na especulação e a servir interesses não píblicos?




Indignados Lisboa
Setembro 2020
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Blog Stats

  • 717.025 hits


%d bloggers like this: