24
Ago
11

De PEC em PEC até ao extraordinário e colossal final

O défice do subsector Estado aumentou cerca de 9%, em Julho, quando comparado com o mês anterior.
O total o défice ascende a 6,68 mil milhões de euros, um valor que, face a Julho do ano passado, representa uma redução de cerca de 25%, de acordo com os dados da execução orçamental disponibilizados pela Direcção-Geral do Orçamento. Contudo, face ao mês de Junho, o aumento foi de cerca de 550 milhões de euros.

Um aborrecimento que a descida no défice seja quase toda conseguida no reinado do Sócrates e o aumento no do Passos Coelho e do seu Vitor Gaspar. As culpas atiram-nas para as receitas que não subiram tanto como o esperado. Não subiram e vão ainda diminuira mais, porque há sempre um momento em que por mais que espremam já não há mais sumo para sair. Austeridade e sacrifícios colossais sobre uma recessão é o que dá. Empobrecem o país, destroiem a economia e a dívida sempre a crescer.


0 Responses to “De PEC em PEC até ao extraordinário e colossal final”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 720.088 hits


%d bloggers like this: