Arquivo de Fevereiro, 2011

28
Fev
11

Ancora de Estabilidade

Nem sempre o que se diz é o que é, nem sempre o que se vê mostra toda a realidade. Pedro Passos Coelho afirmou que o PSD é uma ancora de estabilidade. Só se for deste governo.

28
Fev
11

120 quilometros hora e 5% depois

O Zapatero em Espanha reduziu a velocidade máxima nas autoestradas para 110 km por hora e reduziu o preço dos bilhetes de comboio em 5% para incentivar o seu uso e poupar combustível numa altura em que o petróleo já chegou aos 120 dólares. Embora duvide da utilidade desta redução de velocidade, imagino que por cá o governo já pensa em reduzir  para 100 quilometras, (gostamos de fazer sempre mais que os outros), mas os bilhetes de comboio aumentarão mais 5%  para compensar o aumento da gasolina. .

27
Fev
11

Brincar às guerras

Um telegrama divulgado pela WikiLeaks e enviado para Washington pelo então embaixador dos Estados Unidos em Lisboa, Thomas Stephenson, arrasa os negócios do Ministério da Defesa português.
“No que diz respeito a contratos de compras militares, as vontades e acções do Ministério da Defesa parecem ser guiadas pela pressão dos seus pares e pelo desejo de ter brinquedos caros. O ministério compra armamento por uma questão de orgulho, não importa se é útil ou não. Os exemplos mais óbvios são os seus dois submarinos (actualmente atrasados) e 39 caças de combate (apenas 12 em condições de voar)”,
Nas mensagens enviadas a Washington, o embaixador passa a imagem de um país de “generais sentados”, dizendo que o Ministério da Defesa não é capaz de tomar decisões e que “os militares têm uma cultura de status quo, em que as posições-chave são ocupadas por carreiristas que evitam entrar em controvérsias”. O embaixador sublinha ainda que o dinheiro na Defesa é gasto de forma imprudente e que Portugal tem mais almirantes e generais por soldado do que quase todas as outras forças armadas.

Assim se mostra a utilidade das nossas forças armadas sem força para fazer frente a qualquer armada. Assim se mostra que, como não temos nem o dinheiro, nem razões que justifiquem os muitos milhares de milhões que se gastam na sua manutenção, mais um pasto para generais que uma necessidade efectiva. A cada vez maior “policiatização” das forças armadas  representa mais a necessidade de o poder as utilizar mais para se defender dos seus próprios cidadãos que de uma qualquer ameaça estrangeira. As revoltas nos países do Magrebe, com a Líbia à cabeça, são disso um bom exemplo.

 

27
Fev
11

A voz do dono

O PSD apresentou na Assembleia da República uma proposta para a criação de um regime de contratos de trabalho a prazo orais para jovens.

Já não bastava aos contratos serem a prazo e cada vez a precariedade ser mais “eterna” para a gora ainda virem propor que esses contratos nem fiquem registados em papel. Não há produtividade ou competitividade que o possam justificar e só a possibilidade de darem aos patrões ainda um maior poder discricionário o pode justificar. É por isto que querem substituir o Engenheiro da Independente?

26
Fev
11

Um pedido de PECasamento

“Não sei o que o Governo pretende fazer com o PEC. O Governo apresentou em Bruxelas o Programa de Estabilidade e Crescimento até 2013, não sei se o Governo o quer rever. Se o Governo o quer rever é porque provavelmente acha que não está correcta e precisa de ser revista ou melhorada. Até o Governo se pronunciar não direi mais nada, o Governo é que sabe. Nós estamos sempre dispostos a ouvir a e conversar”, disse.

Ele disse e assim eu já não tenho de dizer mais nada. O tango continua.

26
Fev
11

A vez do Coelho

Sei que esta imagem não é bem a de uma pin-up, mas o modelo também não será bem aquilo que nos querem vender nem por se chamar coelho alguém é sempre uma coelhinha.

25
Fev
11

Uma pin-up submarina

 
Fazer Pin-ups e não fazer o Paulo Portas era quase como ter o Paulinho das Feiras como Ministro e ele não comprar submarinos.
25
Fev
11

O regresso das Pin-up

Quando andei a procurar imagens para fazer os meus bonecos acabei a ver pin-ups e lembrou-me de quando há uns anos já tinha feito uma colecção de bonecos com elas e os políticos da altura (quase todos os mesmos que ainda andam por aí). Apeteceu-me fazer mais e só podia mesmo começar pela vedeta principal, o Engenheiro da Independente.
24
Fev
11

A boa saúde da crise

A ministra da Saúde, Ana Jorge, admite a criação de um imposto para a saúde, embora considere que ainda não é altura para fazê-lo. «Não necessitamos no imediato, até porque seria necessário mexer na constituição», disse. Ana Jorge considera ser necessário o combate ao desperdício e o tempo de crise é bom para «por ordem na casa». Só aqueles que realmente necessitem devem usufruir de taxas moderadoras desde que fazendo prova de condição de recursos demonstrem necessitar.

Afinal para que usa o governo o dinheiro que desconto todos os meses? Pensei que a saúde estivesse aí incluída, mas pelos vistos vai deixar de estar. Mal seja possível já têm pensada umas mudançazinhas na Constituição para  retirar o tendencialmente gratuito que colocaram lá há uns tempos e claro a gratuitidade do Serviço Nacional de Saúde. E, esta crise até dá muito jeito, ao ponto de já considerarem que quem só pagar as Taxas Moderadoras está a usufruir de um apoio social. O PSD quer, o PS também diz que sim e os grandes grupos económicos ligados à saúde sempre o desejaram pelo que o SNS, uma das últimas conquistas do 25 de Abril, tem os dias contados. Talvez então este país perceba de vez que esta gente não é aquilo que necessitam e que estas politicas só os levarão a menos direitos e mais pobreza.

24
Fev
11

Santo, fada ou outra coisa qualquer

Apeteceu-me fazer um post sobre esye personagem, mas não me consegui decidir se ele deveria ser o São Francisco de Assis, o Frei Tuck ou…


simplesmente mais uma fada rosa interessada em juntar o PS e o PSD num grande bloco central que lhes garanta o poder eterno. Decidam vocês.
23
Fev
11

A loucura do poder

O dirigente líbio Muammar Kadhafi ameaçou  os rebeldes com uma resposta similar à usada em Tiananmen (a repressão na Praça Celestial, na China, em 1889) e de Fallujah (no Iraque), onde as tropas americanas teriam usado armas incendiárias de fósforo branco.
“Os jovens que se estão a manifestar estão a ser drogados e movem-se por dinheiro. Eles estão apenas a imitar o que aconteceu na Tunísia e no Egipto.”
“Capturem os ratos. Tirem-nos de suas casas e acabem com eles, onde quer que estejam”.
“Os países estrangeiros querem desestabilizar a Líbia. As cadeias de televisão estão a trabalhar para o diabo”.

Como é possível o poder enlouquecer alguém ao ponto de mandar bombardear o seu próprio povo. Pode haver muitas explicações, mas nenhuma que não justifique o internamento imediato num hospício.

 

23
Fev
11

A matilha anda agitada


Guilherme Silva admite “acertos necessários” com o PCP para aprovação de uma moção de censura ao governo. Questionado sobre o assunto, Passos Coelho afirmou que “se há pessoas do meu partido que estão a falar de crise política”, então “falam demais”.

Quando cheira a sangue a matilha agita-se.  Há gente com tanta fome de poder dentro do PSD para apanharem ainda alguns restos do que resta de Portugal que o Passos Coelho se vai ver aflito para os manter quietos.

22
Fev
11

Quando a realidade envergonha

Os números do Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que há 416,3 mil indivíduos entre os 18 e os 59 anos que vivem em agregados familiares nos quais nenhum dos elementos tem trabalho.

Como vive esta gente? Não me perguntem que nem consigo imaginar, nem como sobrevivem, nem o desespero de verem os seus filhos com fome e despejados na miséria. Que discurso pode fazer um dos nossos politico que não fique logo desacreditado por esta realidade. Um país em que tantos vivem na pobreza extrema e os outros no medo de também lá poderem cair. Vidas sem esperança algumas, vidas precárias de outros.

PS: Claro que há o outro lado da moeda, gente como o Mexia da EDP que ganhou num ano 17,5 milhões de euros, os Dias Loureiros refugiados um pouco por todo o lado, ou os Guedes que têm de abandonar 30 cargos de topo em empresas para poderem ser Ministros de Portucale. a engenharia independente dos Freeports ou dos BPNs que por aí há. Esses não contam para a estatística da pobreza em Portugal.


22
Fev
11

A arma de destruição Massiva do PCP

Talvez sem se aperceber o Bloco de Esquerda acabou por fazer um grande favor ao PCP quando apresentou a sua Moção de Censura e depois quando respondeu ao anuncio do seu chumbo pelo PSD e CDS com a promessa de também ele não viabilizar uma outra Moção apresentada pela Direita. Fica assim o PCP com a única  Moção de Censura que pode passar no Parlamento. Vai ser engraçado ver PSD e CDS aprovar uma Moção dos “comunistas que comem criancinhas ao pequeno-almoço” e o BE roer as unhas por ver todo o protagonismo nas mãos do PCP.
21
Fev
11

A verdade escondida

O governo vem felicitar-se por ter aumentado as receitas, mas se aumentou os impostos é natural, o Sócrates falar de boas noticias por em Janeiro o défice publico ter diminuído, mas se reduziu salários e prestações sociais não é nenhum milagre. Os Socretinos tentam esconder debaixo do tapete a realidade do desemprego, da recessão e da pobreza que cresce todos os dias. Mas, a realidade do dia a dia essa não desaparece nem se esconde.



Indignados Lisboa
Fevereiro 2011
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Blog Stats

  • 716.685 hits


%d bloggers like this: