Archive for the 'desemprego' Category

03
Out
13

O aldrabão

passos coelho ma constituição

Depois da derrota nas autárquicas o PSD reuniu o Conselho Nacional de Meliantes para analisarem as causas e consequências. o que por lá se passou não sei nem me interessa assim muito,mas imagino que se tenham apontado dedos porque quando se perdem lugares para os tachos há sempre quem reclame. Certamente que o Passos Coelho deve ter descartado culpas, afinal o homem nunca tem culpa de nada e são sempre os que estiveram antes dele ou os que ainda está para vir que tem sempre culpa. Nada de novo assim como também não é novo a pulhice de já justificar o segundo resgate que diz não ir haver com as decisões futuras do tribunal Constitucional. A culpa nunca é de quem faz leis que vão contra a constituição é de quem não fecha os olhos para as deixar passar. Este sabujo considera-se no direito de tentar intimidar e pressionar um órgão de justiça o que só por si devia dar direito a demissão e a processo judicial.

Não Coelhinho, a culpa é tua, a de o PSD ter perdido as eleições, a do haver fome e miséria por todo o lado e a de um dia destes termos ai um novo resgate. A culpa é tua pela insensibilidade social, pela surdez aos avisos, pela teimosia, pela mentira, pelas trafulhices, pela ignorância, pela incapacidade e por seres o aldrabão prepotente e bandalho que és. Se teimas em não te demitir, se a Múmia de Belém teima em não te demitir pois que te demitamos nós para salvar o que ainda resta deste país.

Anúncios
23
Set
13

Ai o novo resgate

cavaco silva passos coelho paulo portas segundo resgate

E este é culpa de quem? É do Tribunal Constitucional que lhe corta as inconstitucionalidades, é o Paulinho que se demitiu irreversivelmente , é do Gaspar que não sabia trabalhar com o Excel, é da chuva que caia, do Sol que brilhava, dos Bombeiros que morriam, da oposição que se abstinha violentamente, dos trabalhadores que querem ter salário, dos velhos que não morrem, dos pobres que insistem em comer, da merda que teima em cheirar mal, dos desempregados porque não querem trabalhar, dos doentes porque adoecem, dos estudantes porque precisam de professores, só não é sua. A culpa afinal é de todos que não a têm e não é de ninguém que a tem. Puta-que-os pariu a todos.

07
Set
13

O Lobo Xavier e os porquinhos mealheiros

lobo xavier paulo portas cavaco silva brinde divida

O polvo Lobo Xavier que anda metido em tudo e em todo o lado, aquela coisa parda que aparece no fundo de qualquer cerimónia ou jantar a segredar ao ouvido de alguém, quando confrontado com o atraso civilizacional que esta politica condena Portugal, destruindo a saúde, a educação e até o respeito e dignidade do ser humano veio defender que há dividas prioritárias e que a divida soberana se sobrepõe a tudo e a todas as outras. Morra-se de fome, de doença, não se paguem as pensões, ordenados, não se cumpram acordos, vale tudo desde que paguemos aos usurários, aos mercados e os que com a sua ganância nos condenam à miséria. Claro que ele faz parte de administrações, de concelhos de gerências, representa interesses poderosos e por isso só defende os seus donos, os que o engordam, mas que em nome do vil metal se esteja cagando para o seu povo, o seu país, a existência das pessoas como seres humanos. e triste. Ainda por cima é um ser seboso. Nojo.

29
Ago
13

Eles estão unidos. E nós?

cavaco silva possuido por cioelhos

Cavaco decide não enviar a lei para o Tribunal Constitucional e promulga as 40 horas de trabalho para a Função Pública.

Um conhecido meu afirmava hoje que concordava que o horário dos funcionários públicos aumentasse para as 40 horas porque não compreendia porque haviam de trabalhar menos que os privados. Sei que essa é a ideia defendida por muita gente, mas esquecem alguns pormenores importantes. O primeiro é que isso é feito com a intenção de despedir funcionários e contrariamente ao que dizem isso só vai agravar as contas do estado com o pagamento das indemnizações como vai sobrecarregar ainda mais a segurança social, para além da redução de receitas na cobrança dos impostos. Primeiro mas não o mais importante, porque mais importante mesmo é que mais milhares de cidadãos vão ser atirados para o desemprego e para a pobreza, mais famílias vão sentir a fome e vão saber o que é a miséria. E, isso não vai resolver nada os problemas de todos nós, não vai representar uma redução de impostos ou uma melhoria nos serviços. Antes pelo contrário, só vai agravar ainda mais a crise e exigir novos sacrifícios.

Este governo, como já os anteriores faziam, é bom a dividir para reinar. Com mentiras e enganos lança-se trabalhadores contra trabalhadores. Mas, adaptando o famoso poema ” primeiro lixaram os professores, mas eu não me importei porque não sou professor, depois lixaram os enfermeiros mas eu não me importei porque não sou enfermeiro, depois lixaram os………, agora estão a despedir-me a mim e já não há quem me ajude.

É importante que todos compreendamos que o ataque a um direito de um trabalhador, seja ele varredor do lixo, médico, engenheiro ou outra coisa qualquer é um ataque contra todos nós. Temos de nos unir, temos de ser solidários e temos de lutar todos juntos pelos direitos de todos e de cada um.

26
Ago
13

Terminator…Estado Social

passos coelho terminator

Passos Coelho centrou parte do seu discurso na leitura dos dados da execução orçamental, divulgados na sexta-feira, para dizer que a despesa pública está a baixar. “Os dados vieram confirmar que continuamos a reduzir a despesa efectiva do Estado abaixo do fixado”, afirmou, garantindo: “O Estado tem de gastar menos e está a gastar menos”.

Claro que a despesa pública está a baixar. Se cortam na saúde, nas reformas, nos salários, nas prestações sociais, despedem funcionários, cortam no investimento a despesa tem de estar a baixar. O problema é que cortam no essencial para os cidadãos e não nos privilégios dos políticos, mas despesas desnecessárias, nas parcerias público privadas e nas negociatas e compadrios com os amigos. O problema é que mesmo gastando menos no que é essencial, também há menos gente a trabalhar, mais gente a necessitar de receber subsídios de desemprego, menos dividendos das empresas privatizadas que rendiam dinheiro ao Estado e a dívida pública não pára de subir estando já acima dos 131% do PIB. Quem os oiça até parece que vamos no caminho certo e já se vêm resultados, mas quem olhe sabe que tudo não passa de enganos para tentar salvar os resultados das autárquicas e mais cedo ou mais tarde a realidade imporá um novo resgate e mais austeridade, sacrifícios, fome e miséria. Mas, enquanto houver pedra sobre pedra no Estado Social não vão parar, nem de o destruir nem de apregoar as virtudes e necessidade disso.

02
Jul
13

Bum Catrapum lá vai o Gaspar

vitor gaspar catrapum

O Vitor Gaspar pediu finalmente a demissão por não se sentir apoiado no governo e mal amado pelos cidadãos. Demorou tempo a perceber, que a inteligência é coisa que por ali parece ser inversamente proporcional à teimosia, mas lá acabou por entender. Valeu por isso a pena todos os protestos que foram feitos, todos os nomes que lhe chamaram. Sai triste como triste está o país que deixa. A diferença é que rapidamente lhe vão arranjar um tacho enquanto mais de um milhão de portugueses vai continuar no desemprego e muitos milhões a viver na pobreza e na miséria num país destruído e sem economia. Triste legado nos deixa. E o pior é que quem o substitui não dá garantias nenhumas de ser melhor. Mesmo assim, vai-te embora Gaspar que não deixas saudades.

23
Jun
13

Poiares Madura ou mais uma grande Poia Madura

poiares maduro o novo genio

Nos dois anos do governo é boa altura para mostrar a cara nova do governo e que ainda não tinha aqui retratado. Apresentado como mais um génio, como se não nos bastasse o Álvaro santos Pereira,é agora a cara do governo. É novo, muita gente ainda nem sabe o seu nome e por isso a vontade de lhe cuspir em cima ainda não é tão grande, mas ou me engano muito ou brevemente será tão odiado como todos os outros se o governo mantiver a vontade de falar todos os dias. Mas, vamos começar por ver o que disse no fim do tal Conselho de Ministros Especial; “Uma economia mais competitiva, maior mobilidade e coesão social são os objectivos do Governo para os próximos dois anos, disse hoje o ministro Adjunto e do Desenvolvimento, afirmando que há condições para “oferecer esperança” aos portugueses”.

Da economia nem vale a pena falar que é coisa que já destruíram mas gosto especialmente da maior mobilidade e coesão social. Isto traduzido em linguagem corrente quer dizer facilidade em despedir o que seria contraditório com a coesão social a não ser que ela seja vista como menos direitos laborais e por isso mais carneirismo e menos contestação. Quem protesta, rua.




Indignados Lisboa
Julho 2018
S T Q Q S S D
« Jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Blog Stats

  • 705,073 hits

Anúncios

%d bloggers like this: