Posts Tagged ‘Pedro Passos Coelho

16
Maio
13

Grande Vitor Gaspar

Grande Vitor Gaspar

A recessão agravou-se no primeiro trimestre deste ano. A economia portuguesa registou uma contracção de 3,9%, entre Janeiro e Março, face ao mesmo período do ano passado. Portugal regista, assim, o nono trimestre consecutivo de queda homóloga, sendo que esta é a mais forte desde que o país está em recessão, ou seja, desde 2011. Nestes últimos 30 meses, a economia nacional já teve uma queda de 7,3%.

Anúncios
16
Maio
13

Uma visão distorcida do Conselho de Estado

Uma visão distorcida do Conselho de Estado

01
Nov
12

Manifestação contra a Pilhagem

 

 Chegado agora a casa da manifestação contra o Orçamento, um pouco desiludido porque não teve a força de outros dias, com a CGTP e o Movimento Que se Lixe a Troika a fazerem os seus discursos há hora combinada e a irem-se embora não fosse o diabo tece-las e depois aquilo que já se está a tornar num Carnaval com o derrube das barreiras, o reforço policial, umas garrafas pelo ar, a fogueira e o ficar por ali a ver morrer o protesto a pouco e pouco. Fui ficando e quando saí, já depois da meia-noite estavam meia dúzia de pessoas sentadas no fundo das escadas do parlamento e alguns policias a fazerem-lhe guarda. Valeu a pena porque foi mais uma mas não tenho a certeza se acabará por mobilizar ou desmobilizar gente para uma próxima. Falo disso porque imprimi este boneco e foi com ele que me andei a passear, feito palhaço, durante todo o tempo. Não era o ideal mas era o que tinha à mão e pretende mostrar a autentica pilhagem a que temos sido submetidos pelos ditos mercados com a ajuda dos capangas lá de fora, como a Frau Merkel e dos traidores cá de dentro como o Passos Coelho, Paulo Portas, Vitor Gaspar e tantos outros, da politica à banca e da Comunicação social à justiça.

26
Out
12

Estão a roubar-nos a nossa dignidade

 

Há coisas nas atitudes das pessoas que me deixam surpreendido. Cada um de nós se vier alguém e nos meter a mão no bolso para nos roubar a carteira não se pouparia a esforços e tudo faria para o impedir. Acredito que muitos recorreriam até à violência  física se isso se mostrasse necessário. Porque razão, essa mesma gente, quando há quem todos os dias nos roube dinheiro dos bolsos, nos roube direitos sociais e de trabalho conquistados com tanta luta e esforço, nos roube empregos, futuro e dignidade, não mexam uma palha para o impedir? Pior ainda, estão a roubar-nos as nossas boas empresas para entregar aos amigos em privatizações, estão a roubar-nos o nosso património entregando-o à gestão privada, estão a roubar-nos um bem essencial à vida, a água, colocando-a nas mãos de gente em quem não podemos confiar, estão a roubar-nos o nosso próprio país e nós nada fazemos. Que está à espera este povo para sair à rua e correr com esta gatunagem toda? Não sei a resposta pois é algo incompreensível para mim, mas já há alguns que todos os dias protestam e criam as condições para quem desejar também possa sair à rua e lutar pelo seu futuro. Vamos todos sair de casa, começar por nos juntar nos bairros, nos jardins, em todo o lado onde possamos debater e encontrar soluções, para depois todos juntos correr com esta canalha toda. Está nas mãos de todos nós, mas sobretudo na vontade de o fazermos.

14
Jul
12

Já nem com tachos lá vai

Depois de enfrentar um duro debate do Estado da Nação na Assembleia da República, o primeiro-ministro presidiu esta noite à reunião do Conselho Nacional do PSD para ouvir críticas às suas políticas de austeridade. Porém, o encontro do PSD seria marcado pela ausência de grande parte dos ministros e secretários de Estado, o que obrigou Passos Coelho a puxar dos galões e avisar que essa é uma atitude inaceitável.

A coisa começa a descambar dentro do Governo  e já nem a distribuição de tachos começa a evitar o descontentamento dentro do PSD. Este governo começa a dar sinais que o seu fim se aproxima e já há ratos a abandonar o barco.

13
Jun
12

Realidades e ilusões

É a velha história do copo meio cheio ou meio vazio ou neste caso do país a reorganizar-se ou a definhar. Certo é que a vida da grande maioria da população está cada vez mais precária e miserável.
A tarefa de um governo devia ser criar as condições para que os cidadãos possam ter a melhor vida possível e não servir os mercados e o grande capital. Mas este liberalismo desenfreado parece acreditar, (ou pelo menos tenta fazer-nos acreditar a nós) que o melhor caminho é defender o capital para que ele crie riqueza que depois seja distribuída por todos. Esquecem que essa riqueza é feita à custa da pobreza de milhões e nunca foi ou será distribuída porque será sempre utilizada para criar mais riqueza e satisfazer a ganancia dos mais poderosos.

08
Jun
12

Meter a casa em ordem

Na celebração de um ano de governo, num brinde à vitória do PSD, Passos Coelho afirmou que “Vamos meter a casa na ordem”.

Será que quando acabar ainda vai haver casa? E havendo casa ainda haverá gente para lá viver?




Indignados Lisboa
Maio 2019
S T Q Q S S D
« Jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 711.270 hits

Anúncios

%d bloggers like this: