Archive for the 'carneirada' Category

01
Out
13

O segundo resgate

pires de lima sapato roto

“Não, não e não, no que depende das famílias e dos cidadãos, no que depende da economia e das suas empresas, no que depende do Governo de Portugal, e creio que de todas as instituições com responsabilidade em Portugal, não haverá segundo resgate para ninguém. O esforço dos portugueses não se pode afundar quando estamos com a praia à vista”, afirmou o ministro António Pires de Lima.

Eu podia esperar mais uns dias para colocar esta afirmação do Pires de Lima quando chegar a noticia do segundo resgate, sempre tinha mais piada. Na realidade se o governo não quer. as famílias não querem, a economia e as empresas pelos vistos não necessitam e todas as instituições dizem Não, não , não e que não haverá resgate para ninguém e porque não vai haver. Mas vai porque quem decide isso não somos nós, são os mercados, os especuladores, os grandes grupos financeiros, os que se estão nas tintas para se morremos todos de fome ou de doença. E são eles que decidem porque quem nos governa trabalha para eles, porque são lacaios dos seus interesses.

“A really efficient totalitarian state would be one in which the all-powerful executive of political bosses and their army of managers control a population of slaves who do not have to be coerced, because they love their servitude.”
― Aldous Huxley, Brave New World

Somos portante um eficiente estado totalitário e enquanto não o substituirmos por um verdadeiramente democrático e livre não temos escolha.   por isso que a vinda ou não do segundo resgate não está nas mãos deste governo, mas está nas nossas, nas de todos nós. Só temos de pesar os prós e os contras e escolher o nosso caminho.

19
Abr
13

Acabou uma marioneta. venha a próxima

joao proenca marioneta adeus

Hoje a UGT mudou de liderança. Entra um tal de Carlos Silva e sai o João Proença que não deixa saudades. Foi a marioneta do regime para cortar nos direitos dos trabalhadores. Com o seu discurso moderado, sempre presente na Concertação Social acabou sempre por colocar a sua chancela para legitimar os roubos que ao longo do tempo foram feitos. Um bom lacaio do sistema que agora passa o testemunho.

19
Dez
12

Uma coisa que não é coisa nenhuma

antonio jose seguro tocador de flauta

Hoje não sei porquê apetecia-me fazer alguém ou alguma coisa que não servisse para nada. Mal cheguei ao computador, embora personagens irrelevantes não faltem por aí,  foi fácil decidir, só podia ser o António José Seguro, que sem saber como um dia destes ainda chega a Primeiro-ministro sem nada fazer por isso ou o merecer. Num país em que o poder é uma exercício de alterne, em que a comunicação social, pertença dos grandes grupos económicos e ao seu serviço, condicionam a liberdade e a democracia com mentiras e enganos, as ditas alternativas não passam de meros piões no jogo do sistema, nada é muito difícil prever. Ao Seguro, um mais um Jotinha, parece bastar-lhe sentar-se e calmamente esperar que o governo lhe caia nas mãos. Claro que há sempre o perigo, se deixar que os aldrabões que nos governam se aguentem por lá, de que no PS alguém se impaciente ou seja mordido pelo bichinho do poder e lhe puxe o tapete debaixo dos pés. Para sua sorte o António Costa parece preferir ir directamente para o lugar do Sr. Silva sem passar pelo governo.

A pergunta que me vem à cabeça é se ainda não será desta que vamos acordar e perceber que toda esta gente que se alimenta do sistema não é realmente uma alternativa séria. Só com uma mudança real, recusando mais do mesmo, exigindo uma real democracia mais directa e participativa e a recusa de participar nos jogos dos mercados especuladores que nos controlam com dividas forjadas para nos roubarem direitos e a própria dignidade como pessoas, podemos ter esperança. Até quando vamos continuar a aceitar ser condicionados e enganados por esta gente?

17
Dez
12

Prostituição de luxo

paulo portas passos coelho amor prostituto

Hoje ouvi o Passos Coelho a dizer que dedicava mais tempo à coligação com o CDS que com o seu próprio partido e lembrei-me logo que fazer um par de namorados seria uma boa imagem para o retratar, mas rapidamente compreendi que estaca errado, não são namorados, é prostituição. Como se não bastasse, ainda por cima é paga com o dinheiro, as empresas, o desemprego, os direitos laborais e sociais, a miséria e a vida de todos nós.

 

15
Dez
12

A praga dos jotinhas partidários

passos coelho hugo soares tal pai tal filho

O futuro líder da JSD defende o fim da educação e da saúde tendencialmente gratuitas em Portugal, uma das ideias mais polémicas da moção «Cumprir Portugal», que Hugo Soares – único candidato à liderança – vai levar ao congresso dos jovens social-democratas.

Esta praga em que se estão a transformar estes lideres jotinhas, gente criada nas juventudes partidárias, gente que nunca fez nada na vida, que acaba as licenciaturas à pressa quando se acaba a idade para poderem permanecer no cargo, passarem para deputados e quem sabe um dia lideres do partido e possivelmente Primeiro-ministro ou pelo menos terem um alto cargo na governação. Basta ver os últimos exemplos, Sócrates, Passos Coelho e na calha, o António José Seguro. Gente habituada à intriga politica, aos jogos de bastidores, aos favores e às promessas, gente que não sabe o que é a vida. É esta gente que se pensa muito sábia, gente de saber de livro e de opinião e nunca de vida real, gente que nunca foi gente, que um dia vai dizer-nos como devemos viver vida de gente. Um porcaria que se abateu sobre nós. Agora este jotinha que vai entrar, para substituir o anterior que vai para o Parlamento, já fala de galo como se soubesse alguma coisa do que é a vida ou o que é o trabalho. Com gente desta nunca iremos a lugar nenhum. Uma praga e eliminar urgentemente.

 

02
Jan
12

Boys de hoje e de sempre

Encontrei esta capa de um velho LP e confesso que não sei se são os “Boys will be Boys” a cantar “Smiles for the seasons” ou os “Smiles for the seasons” a cantar “Boys will be boys”. O que sei é que, com esta gente, independentemente da estação do ano haverá sempre quem tenha razões para sorrir e os boys nunca deixarão de o ser.

16
Jul
11

Um parque sem poesia no centro

Há uns dias que andava para publicar este boneco, mas precisava de confirmar uma informação que tinha sabido. A de que o Isaltino Morais, que há muito devia estar a cumprir a pena de prisão a que foi condenado, transferiu o dinheiro que estava destinado à construção do Novo Centro de Saúde de Algés, (a maior ambição dos seus moradores há já dezenas de anos), para concluir a segunda fase do Parque doa poetas. O atual Centro de Saúde é um velho edifício de habitação, com escadarias e sem o mínimo de condições, situado já em Lisboa e que é frequentado por uma envelhecida população. De todas as formas possíveis os habitantes chamaram a atenção da Câmara de Oeiras para a necessidade de novas instalações, quer nas ruas, em intervenções nas Assembleia Municipais, que em Baixo-assinados com muitas milhares de assinaturas. Desde sempre a promessa de que no próximo mandato é que era o Centro foi sendo adiado de ano para ano. Nas últimas eleições, para além da promessa, deitaram abaixo una velha garagem dos bombeiros, fizeram lá um grande buraco, colocaram uma cerca de metal e vários cartazes com a imagem do futuro edifício do noco Centro de Saúde de Algés. Agora é que é, mas pelos vistos continua a não ser. O dinheiro que lhe estava destinado foi transferido para acabar a segunda fase do Parque dos poetas, a obra emblemática do Isaltino. Dá-se prioridade a pessoas de pedra e não às pessoas de carne. Haja vergonha.

12
Maio
11

Dia 6 de Junho de 2011

Todos vivem do sistema e o defendem, (uns mais que outros), e estão por isso obrigados a entender-se, mas o Passos Coelho já veio dizer que não governa com o PS, o Paulo Portas que não o faz com o Sócrates e todos sabemos que com o Louça e Jerónimo não há conversa. Todos dizem que com o Sócrates não governam, mas existe a possibilidade de o PS ganhar as eleições.  E depois? O Cavaco, que não se coíbe de apoiar as propostas do PSD e descalçar a bota, vai cair da cadeira. Numa altura em que vão ter de colocar em prática o “Acordo de entendimento” para chegarem os milhões do FMI, só lhe vai restar a possibilidade de um governo de iniciativa presidencial, contra um Sócrates vitorioso, eleitoralista e com o poder de impor a sua vontade num Parlamento dividido. Só falta saber quanto meses vai durar esse governo e quando vai o Sócrates tentar ganhar mais uma maioria absoluta em novas eleições.
27
Jun
10

Na sala de espera do poder

Segundo as sondagens agora publicadas, se houvessem agora eleições, o PSD ganharia com maioria absoluta. O Passos Coelho deve estar todo a tremer por dentro tal é a sua ânsia de poder. Infelizmente para ele os seus “patrões” impuseram-lhe contenção até que este avanço do liberalismo capitalista global que criaram com a crise esteja consolidado. Isto é, até 2011, ano der eleições presidenciais, foi-lhe imposto que, em nome da estabilidade, ajudasse no ataque aos direitos e na redução do nível de vida dos que menos têm. Claro que ele pode argumentar agora que haveria mais estabilidade com um governo de maioria absoluta que com um governo já desgastado e desacreditado, mas os senhores do poder sabem bem que este tipo de reformas são mais fáceis de impor se quem o faz se diz socialista e de esquerda (mesmo não o sendo). Vai por isso ter de esperar sentado a hora de embarcar no poder por muito que isso lhe custe. Incrível mesmo é que este povo continue a acreditar que é elegendo gente desta, com políticas destas que vão melhorar as suas vidas. Quando vão entender que gente desta só lhes vai retirar os direitos ganhos em Abril, os direitos a uma escola pública, ao Serviço Nacional de Saúde, a uma Segurança Social por mais minimalita que seja. Quando vãi entender que cada vez somos todos mais precários a assim como precário é o nosso futuro, que cada vez mais se volta ao inserto, ao injusto e à luta pela sobrevivencia. Quando vão abrir os olhos?

25
Jun
10

Plano Inclinado… a descer só para alguns

Todos sabemos que todos os programas de todas as nossas televisões oficiais, a começar nos telejornais, passando pelos programas de opinião até às entrevistas, existem, não para nos informar, mas sim para nos venderem as ideias que servem o sistema. Enganem-se aqueles que pensam que ainda pensam pelas suas cabeças e que o mundo que vêm é a realidade. Todos nós somos condicionados todos os dias para pensarmos como eles querem que pensemos. Vendem-nos a realidade como nos vendem televisores ou sabonetes. Em alguns programas vendem-nos a esperança e que o futuro ainda virá a ser risonho, noutros que tudo está mal, que a crise está aí e a culpa é nossa. O Plano Inclinado é um deles, onde a culpa é dos políticos, dos trabalhadores, dos desempregados, dos estudantes, dos professores, dos sindicalistas, de todos, gente burra e sem princípios que nos destrói o futuro. Privatize-se. reduzam-se direitos e salários, acabe-se com a saúde e a escola publica, miserabilize-se o país que é a única saída. Claro que a miséria que propõem não é para todos, os bons, eles e os amigos merecem cada euro que ganham, cada prémio que lhes pagam.
Vem isto a propósito desta publicação feita em Maio deste ano em Diário da Republica

cada um que tire as suas conclusões.
24
Jun
10

O Canto da Sereia

“Esperamos que o PSD não ceda à tentação. Não se deixe encantar com o canto da sereia e não frustre os compromissos públicos que assumiu no Porto e que continue a dizer que vai revogar os chips”, afirmou o deputado do PCP, Honório Novo.

Mas desde quando é que o PSD necessita de ser “encantado” pelo canto do Sócrates para fazer as mesmas políticas que ele. Aliás, é do próprio PSD a proposta para que todos paguem portagens nas Scuts, independentemente do antigo critério que as condicionava ao desenvolvimento da região e à existência de vias alternativas. O chip é só a ferramenta para o fazer e nem a sua implementação ir custar a não criação de mais empregos ou o despedimento de 1200 portageiros lhe altera a posição. Nada de novo portanto no reino desta democracia de alterne e assim continuará enquanto este povo continuar a ouvir os cantos destas Sereias e não lhe cantar o Canto do Cisne.

29
Mar
10

O PEC e a defesa de Portugal dos estrangeiros maus

O Sr. Silva veio afirmar que, “neste momento, independentemente de se gostar ou não gostar do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), temos que nos colocar na posição de defender Portugal perante o estrangeiro”.

Anda todo nacionalista o nosso Presidente a dizer-nos o que é irrelevante aquilo que desejamos, que gostamos e em que acreditamos. Uma espécie de “suspensão da democracia” à moda do Sr. Silva, em que perdemos o direito de lutar por aquilo em que defendemos. Gostava era de saber porque se esqueceu de defender Portugal dos estrangeiro, quando era Primeiro-Ministro na altura das vacas gordas, quando a Europa aqui descarregava à pazada milhões todos os dias e ele utilizou todo esse dinheiro em estradas para esses tais estrangeiros nos impingirem os seus produtos, para pagar a destruição da nossa agricultura e industria e ainda na criação de bancos (BCP’s, BPP’s e BPN’s) com os seus amigos Loureiros e os Oliveiras e Costas. Defender Portugal é criar condições para uma verdadeira independência onde não estejamos dependentes de agências de rating ou do estalar dos dedos dos senhores do mundo. Ser-se independente é não se ser dependente, é produzir-se aquilo que necessitamos para consumir, é não como dizia o José Mário Branco no seu “FMI”, “que até neste país de pelintras se acho normal haver mãos desempregadas e se acha inevitável haver terras por cultivar!”. Cambada de Condes de Andeiros e de Vasconcelos deste país.

18
Mar
10

Promessas de amor

Da primeira vez que apareceu por aí, todo ele sorriso e simpatias, prometeu que ia baixar os impostos. Deram-lhe uma maioria absoluta e a primeira coisa que fez com ela foi aumentar os impostos justificando-se no estado lastimoso que o Santana tinha deixado o país. Nós pagámos e pagámos bem por isso. Desta segunda vez prometeu solenemente que não haveria aumento de impostos. Só lhe deram uma maioria relativa na assembleia, mas como o partido de alterne não mostra capacidade de ser governo, imediatamente nos sobrecarrega com mais impostos e menos direitos. Desta vez a justificação é a Crise Internacional, crise que já existia na altura da promessa e que todos conheciam, afinal são cúmplices com as politicas que a criaram. Talvez por isso tenta convencer-nos que não está a aumentar impostos mesmo quando todos vêm que está. Mente porque é mentiroso, porque acredita que uma mentira repetida muitas vezes se torna uma verdade, mente compulsivamente refugiando-se em desculpas troca-tintas, ultimo reduto dos mentirosos. A nós, vai-nos metendo a mão no bolso e fazendo o nosso fim do mês algo cada vez mais difícil de chegar.

16
Mar
10

A lei da Rolha



No Congresso do PSD, uma proposta de Pedro Santana Lopes para alterações aos estatutos do partido foi mesmo apelidada por muitos como «a lei da rolha». O artigo diz que a violação da norma sobre lealdade, «especialmente quando a mesma se consubstanciar na oposição às directrizes do Partido no período de sessenta dias anterior à realização de actos eleitorais», incorre numa infracção grave. Ou seja, expulsão em última instância.

Não há aqui um cheirinho da asfixia democrática, que tanto disseram combater durante a campanha eleitoral para as legislativas? Será que os seis meses de suspensão da democracia no país se resumem a 60 dias no PSD?

12
Mar
10

O emplastro oficial

Sei que esta personagem não tem o mínimo de valor e que é uma perda de tempo estar aqui a falar dela, mas não posso deixar de notar que é o comentador da moda, aparecendo por todo o lado, seja na televisão rádio ou jornais, sempre com o seu “Coelhinho Passos” ao colo. Um liberal demagógico que vale o que vale, nada.




Indignados Lisboa
Agosto 2020
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 716.831 hits


%d bloggers like this: